Montemor-o-Velho: 28º aniversário de relevação de Pereira a Vila com “obra estruturante”






Hoje dia 18 de agosto, a Junta de Freguesia de Pereira assinalou o 28º aniversário de reelevação de Pereira a Vila com uma sessão solene no Celeiro dos Duques de Aveiro.No momento, Acácio Tarrafa, presidente da Assembleia de Freguesia, referiu que a data é um convite para “lembrar o que foi feito e para refletir sobre o que há ainda a fazer”, apelou à união de todos e disse: “Todos queremos o melhor e que esta terra seja maior”. Com palavras de agradecimento às entidades, instituições e “ao empenho todos os pereirenses, que ao longo dos anos contribuíram com o seu trabalho, esforço e dedicação”, o Presidente da Junta de Freguesia avançou que a data comemorativa “vai ter um programa mais festivo na Feira Anual, em outubro, com o apoio e envolvimento de todos os agentes locais” e reiterou que a missão da Junta de Freguesia de Pereira continua a ser “servir com ambição, rigor e determinação”. Assim, ao fazer um balanço do trabalho e das obras efetuadas pela Junta de Freguesia de Pereira e pelo Município de Montemor-o-Velho, António Ferreira aproveitou também para fazer alguns pedidos à Câmara Municipal e que visam “a melhoria da qualidade de vida dos pereirenses”. O presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão, ao elogiar “o trabalho estrutural e importante desenvolvido pela Junta de Freguesia de Pereira”, sublinhou que “a Câmara Municipal é um parceiro que ampara as ambições de todas as Juntas e Uniões de freguesia” e referiu: “Pereira não tinha, até à minha chegada, obra estruturante. Atualmente há uma postura para fazer uma abordagem sistemática das obras”. A par da requalificação do edifício da antiga sede da Junta, que vai albergar a Unidade de Saúde, da construção do Jardim de Infância e do furo em S. Tiago ou do projeto de requalificação da feira que se encontra concluído, o edil montemorense, na resposta ao Presidente da Junta sobre a Ponte do Paço, explicou que o processo está a ser tutelado pelo Município de Coimbra, em parceria com Montemor-o-Velho, e que foi feito um concurso, que a obra já foi adjudicada, estando “a aguardar o visto do Tribunal de Contas”. “Há obra projetada e em curso em todo o concelho e só não conseguimos fazer mais porque gosto de ter as contas em dia”, reforçou. Com palavras de incentivo ao executivo pereirense, Emílio Torrão deixou ainda o desafio para a Junta de Freguesia criar um roteiro pedestre e de bicicleta para se ligar à Rota do Mondego, da CIM-RC, e reiterou: “Estamos com passos seguros e firmes a fazer a obra que se impõe”. Após a sessão solene de aniversário, o momento foi selado com um Porto de Honra e uma prova de Queijadas de Pereira.

Publicar um comentário

0 Comentários