Rancho Folclórico do Centro Beira Mondego assinalou 21º aniversário




Rodeado de dezenas de entidades, amigos, componentes e tecido associativo da freguesia de Santo Varão, o Rancho Folclórico do Centro Beira Mondego (CBM), no passado dia 27 de Outubro, assinalou, na sede do CBM, “21 anos ao serviço da cultura”, conforme referiu Pedro Santos, coordenador da formação aniversariante.

Ao mostrar-se confiante com “o trabalho realizado e com o futuro do rancho”, Pedro Santos aproveitou o momento para agradecer o apoio e a dedicação de todos.
Presente na iniciativa, o vice-presidente da Câmara Municipal, José Veríssimo, destacou o excelente trabalho que o CBM e o rancho têm desenvolvido, assim como destacou o seu dinamismo e agradeceu “a excelente contribuição que deram nas comemorações do Ano Europeu do Património Cultural”, com a  IV Mostra Etnográfica ‘Fátima Verão’ – O Povo que vive no rio ... ou o Rio que vive no povo!.
No momento, o presidente da Junta de Freguesia de Santo Varão, João Girão, deixou também rasgados elogios à atuação do rancho, mostrou-se disponível para continuar a apoiar e deixou o desafio de “fazer um museu com o espólio que existe espalhado na freguesia”.
De igual modo, Rosa Simões, presidente do CBM, ao referir que “o rancho folclórico está bem e recomenda-se”, lembrou a importância de se manterem os valores da união, do respeito e da humildade.
Antes do corte do bolo de aniversário e dos “parabéns a você”, foi feira uma apresentação multimédia que recordou os componentes falecidos, as atividades realizadas, bem como foram apresentadas as mensagens dos muitos amigos do grupo espalhados pelo país e pelo mundo.

Publicar um comentário

0 Comentários