Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

FotografiaLDA

12 de março de 2018

Vereadores do PSD propõem reabertura de estrada entre Cabo Mondego e Murtinheira

Foto de Allaboutportugal.pt


POLÍTICA


A vereação do PSD da Figueira da Foz defendeu o estabelecimento de ligação entre o Cabo Mondego e a Murtinheira (Quiaios) e vice versa a passar pela área que foi, anteriormente, concessionada à Fábrica de Cimento do Cabo Mondego, a ser efectuada a pé, de bicicleta e de automóvel.




Leia na íntegra o comunicado completo da vereação social-democrata, enviado para a redacção da Foz ao Minuto:


«Que a zona do Cabo Mondego é um dos espaços do concelho com maior potencialidade turística por força da sua beleza natural, riqueza histórica e geológica, ao mesmo tempo que permite uma ligação mais cómoda e célere entre as freguesias de Quiaios e Buarcos e S.Julião(e vice versa); Que a ligação em causa é composta por uma estrada em cimento e terra batida, a qual, entronca com outra estrada, também em terra batida, denominada “Enforca Cães” e que vem assegurando, de forma condicionada, a circulação rodoviária entre o Farol do Cabo Mondego e a Murtinheira(freguesia de Quiaios);
Que durante o período de tempo em que foi exercida a actividade industrial extractiva de minério através da denominada Fábrica de Cimento do Cabo Mondego, a referida ligação encontrava-se, compreensivelmente, vedada ao público, por questões de segurança, com a existência de dois portões, um colocado a Sul e outro a Norte dos limites daquela fábrica, impedindo, que a comunidade residente e visitante pudesse fruir daquele espaço natural, bem como, daquela ligação;
Que a referida fábrica encontra-se, actualmente, desactivada, cessada que está aquela actividade industrial, tendo deixado de ser prosseguido o escopo que fundamentou a concessão da área em questão, entendendo-se reunidas as condições legais para que se opere a reversão imediata da mesma, em particular, no que respeita à faixa de terreno situada a Poente, a contar da linha da máxima maré-alta (ou da crista das arribas, sendo o caso) até Nascente, junto aos edifícios fabris, cujas entradas deverão ser devidamente tamponadas ou vedadas. Que a referida ligação deverá conservar as suas especificidades primitivas, designadamente, mantendo a sua composição em cimento e terra batida, de forma a garantir que nela seja apenas permitida uma mobilidade suave, proporcionando a circulação pedonal e velocipédica preservando e assegurando, assim, as características naturais do Cabo Mondego e o desejado necessário recato da localidade da Murtinheira .
Temos a honra de propor que a Câmara Municipal da Figueira da Foz delibere pela reversão imediata da faixa de terreno anteriormente concessionada à Fábrica de Cimento do Cabo Mondego, situada a Poente, a contar da linha da máxima maré-alta (ou da crista das arribas, sendo o caso) até Nascente, junto aos edifícios fabris, cujas entradas deverão ser devidamente tamponadas ou vedadas, com a consequente retirada dos portões ali localizados a Norte e Sul, como forma de garantir o livre acesso do publico em geral ao Cabo Mondego, um dos mais belos espaços naturais do município, em termos paisagísticos, culturais e históricos, assegurando, ao mesmo tempo, a ligação entre as freguesias de Quiaios e Buarcos e S.Julião( e vice versa), devendo a referida estrada conservar as suas especificidades primitivas, designadamente, preservando a sua composição em cimento e terra batida – sem prejuízo de ser alvo de intervenções pontuais ao nível de reparação e de reforço de condições de segurança - de forma a garantir que nela seja permitida uma mobilidade suave, através de circulação pedonal e velocipédica, a entroncar com a estrada do Enforca Cães, também merecedora de intervenção nos mesmos moldes, como forma de manter protegido o cunho natural do Cabo Mondego, assim como, o desejado e necessário recato da localidade da Murtinheira, indo ao encontro duma antiga e legitima aspiração das populações.  

Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Principais destaques da semana

Anuncie AQUI

Copyright © Foz ao Minuto