Anuncio

Anuncio

2 de outubro de 2017

PS vence 12 freguesias em 14 possíveis e ainda amplia maioria na Câmara Municipal da Figueira da Foz





POLÍTICA

PS vence 12 freguesias em 14 possíveis, e ainda amplia maioria na Câmara Municipal da Figueira da Foz 



O Partido Socialista foi o grande vencedor destas eleições autárquicas no Concelho da Figueira da Foz, ampliou vantagens em inúmeras freguesias assim como na Câmara Municipal, e ainda venceu freguesias onde não vencia há alguns anos.

«Os figueirenses repuseram a verdade em muitas freguesias, mas é uma pena existirem duas freguesias onde o PS não conseguiu ganhar. Vamos continuar na luta, e querer recuperá-las daqui a 4 anos, mas conseguir 12 em 14 das freguesias, e ter ainda maioria na Câmara Municipal é sem dúvida a melhor resposta que os figueirenses puderam dar a continuidade deste caminho liderado pelo Doutor Ataíde». Afirmou Diogo Lima, Presidente da Juventude Socialista da Figueira da Foz, em declarações à Foz ao Minuto.


«Devemos congratular pelo elevado civismo, visto que as eleições correram bem (sem distúrbios) por parte do Partido Socialista houve uma preocupação nesse sentido, para que tudo corre-se bem, e fico também satisfeito por verificar que abstenção diminuiu em comparação com as autárquicas de 2013»- afirmou Carlos Monteiro, actual vereador, e número dois da "equipa socialista" nestas autárquicas 2017.

«O PS, conseguiu atingir os seus quatro objectivos, ter mais votos, maior percentagem dos mesmos, mais freguesias, e menos abstenção, este é um resultado que é fruto de muito trabalho, realizado em termos autárquicos e de freguesia a freguesia, a nível do concelho e também do governo central.  Estamos num momento único, com o governo a governar bem, a ser do agrado dos portugueses, a CMFF também está a ser do agrado dos figueirenses, e as freguesias da Figueira da Foz também a ser dirigidas ao agrado dos fregueses, por tanto está tudo alinhado. A surpresa da noite, foi a derrota em duas freguesias onde acreditava que íamos ganhar». Acrescentou o autarca socialista.


José Duarte, actual Presidente de Assembleia Municipal e candidato ao mesmo cargo afirmou:
«Nunca perdi a esperança, mas o povo é sempre soberano, e a ultima palavra é sempre dele. Vou continuar o meu trabalho, mas penso poderemos ser mais úteis para os figueirenses. Devo também registar o civismo da população do concelho da Figueira da Foz. Querem cada vez ser mais informados, e são bastantes receptivos as campanhas eleitorais».

José Esteves, actual e novamente reeleito presidente da União de Freguesias de Buarcos e São Julião, sentia-se visivelmente muito alegre e emocionado, prometeu «mais trabalho, honestidade, transparência e seriedade aos seus eleitores, o que será a continuação do projecto que está a ser desenvolvido, é preciso fazer mais e melhor, em conjugação com a Câmara Municipal» afirmou o Presidente de Junta.

O grande vencedor da noite, João Ataíde, era um homem bastante satisfeito, e em declarações à Foz ao Minuto evidenciou precisamente isso : « estou bastante satisfeito, este é o resultado de um grande empenho, dedicação, de uma equipa constituída por centenas de pessoas, em que todas elas contribuíram para o mesmo. É a vontade de uma população e de uma comunidade, são votos de confiança».

«Foram cumpridas as expectativas, sentimos muito apoio quando estávamos no terreno, sentimos crítica em alguns assuntos, mas sempre pela positiva e mantendo a confiança». Acrescentou o edil figueirense, realçando também a satisfação pelos resultados do Partido Socialista a nível nacional.




1 comentário:

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © fozaominuto