"Geração Depositrão" no AEFN






Numa altura em que a sustentabilidade do planeta está na ordem do dia e se torna imperiosa a adoção de medidas que garantam a sua preservação e a da própria humanidade, todos somos chamados a dar o nosso contributo nesse combate. Um dos maiores problemas ambientais é o destino a dar aos resíduos, sejam eles de que tipo forem. No caso dos equipamentos elétricos e eletrónicos (REEEs), em que a reutilização é pouco viável, a sua recolha permite a posterior desagregação e aproveitamento de componentes e metais para os mais diversos fins. 

Através do projeto Geração Depositrão, no âmbito do programa Eco-Escolas, o Agrupamento de Escolas Figueira Norte (AEFN) tem vindo a participar ativamente na recolha de REEEs. As quantidades conseguidas no ano letivo passado bateram recordes e colocaram-no entre os melhores a nível nacional. Por isso, a campanha de 2019, para além de sensibilizar toda a comunidade escolar para a necessidade de resolver o problema daqueles equipamentos, trouxe ainda um outro benefício: um prémio pecuniário de 350 euros, que já foram investidos numa boa máquina fotográfica. O desafio para este ano é superar 2019. A campanha está em curso desde finais de outubro e já foi requisitada a recolha do primeiro carregamento por parte da ERP Portugal, a principal empresa de recolha de REEEs a nível nacional.

Publicar um comentário

0 Comentários