Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

8 de agosto de 2019

Ensino Superior Profissional em Montemor arranca em setembro





Montemor-o-Velho vai ter ensino superior profissional já em 2019/2020. Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança vai ser o primeiro curso a ser lecionado, já a partir de setembro, nas instalações da Escola Profissional de Montemor-o-Velho, no âmbito do protocolo ontem assinado, dia 6 de agosto, entre a Associação Diogo de Azambuja (ADA) e o Politécnico de Coimbra, e as candidaturas já estão abertas. A oferta pode aumentar no próximo ano letivo com um curso ligado à agricultura.
 
O protocolo surge de um “desafio que entusiasmou” quer a ADA quer o Politécnico de Coimbra e que permite descentralizar o ensino superior profissional, trazendo a escola aos alunos e chegando, assim, a novos púbicos. Em luta contra a diminuição de alunos, "a ADA tem vindo a diversificar a oferta formativa de nível 4 e agora também de nível 5”, afirmou, na ocasião, o presidente da ADA e vereador na Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Décio Matias. 
“Mas este primeiro curso técnico superior profissional será um primeiro passo para outros saltos”, garantiu o presidente da Assembleia Geral da ADA, António João Cachulo. A ideia será partir da essência rural do concelho e oferecer um curso superior técnico profissional na área agrícola, envolvendo a Escola Superior Agrária, desvendou Jorge Conde, presidente do Politécnico de Coimbra.
“Um dia histórico para Montemor-o-Velho”: Para José Veríssimo, vice-presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, o protocolo firmado entre a ADA e o Politécnico de Coimbra é “uma mais-valia para o concelho”, permitindo captar novos alunos e aproximá-los das empresas e do mercado de trabalho, uma vez que estes cursos de ensino superior profissional têm, para além da formação geral e científica, formação técnica e em contexto de trabalho. 
Apesar de não conferir grau académico, o diploma de técnico superior profissional permite aceder e ingressar nos ciclos de estudos de licenciatura e integrados de mestrado através de um concurso especial próprio. As candidaturas para as 20 vagas (podendo chegar às 25) que vão abrir em Montemor-o-Velho já estão a decorrer até 21 de agosto de 2019 no site da ESTGOH, em http://websrv2.estgoh.ipc.pt/portal2/oferta-formativa-2/cursos-t-cnicos-superiores-profissionais-ctsp/gest-o-da-qualidade-ambiente-e-seguran-a/condi-es-e-forma-de-ingresso-4/
 
Numa cerimónia marcada por “parcerias que nos permitem construir um futuro um pouco melhor, com mais qualidade de vida e sobretudo com mais e melhor ensino profissional”, foram também assinados protocolos de parceria estratégica com cerca de 20 empresas, instituições e entidades do território da Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra (CIM-RC) que, de acordo com Décio Matias, para além da disponibilização de formação geral e específica, vão "permitir criar um Conselho Consultivo da ADA, que procure encontrar fórmulas que permitam um alinhamento entre o ensino profissional e as necessidades do mercado de trabalho, e vão constituir-se como um instrumento facilitador da colocação dos alunos em estágios”.
 
 
Oferta formativa para 2019/2020 da Escola Profissional de Montemor-o-Velho e da Escola Profissional Agrícola Afonso Duarte:
Curso Técnico Superior Profissional (nível 5): Qualidade, Ambiente e Segurança (informações em https://www.ipc.pt/pt/estudar/cursos/21429)
Cursos Profissionais de nível 4: Mecatrónica; Técnico de Multimédia; Técnico Auxiliar de Saída ,Técnico Animador Sociocultural; Técnico de Produção Agropecuária; Técnico de Processamento e Controlo de Qualidade Alimentar
Cursos de Educação e Formação de jovens de nível 2 (9º ano): Operador de Informática; Operador Agrícola
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Mais recentes em destaque

Direitos de Autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.

Copyright © Foz ao Minuto