«Tradições» da EDP: Roteiros de Saberes e Sabores da SIRL entre os vencedores

 

Foto EDP



Já são conhecidos os vencedores da 4ª edição do «Tradições» da EDP, um dos mais importantes programas de apoio à cultura popular portuguesa.

Os dez projectos, seleccionados num total de 68 candidaturas, vão agora receber apoio financeiro (num total de 213 mil euros) para poderem desenvolver iniciativas que contribuam para preservar e promover tradições ancestrais, muitas delas em risco de desaparecimento.

Através desta iniciativa, a EDP irá distribuir um apoio financeiro de 213 mil euros pelos dez projetos escolhidos, de forma a que possam desenvolver as ações de valorização e promoção com que se candidataram. Os apoios nesta edição envolvem iniciativas e tradições típicas de diferentes regiões portuguesas, escolhidas não apenas pela sua relevância histórica e social para as comunidades, mas também pelo impacto que podem ter na criação de emprego, na dinamização da economia local e na própria sustentabilidade das regiões.

O programa – um dos mais relevantes no apoio à cultura popular portuguesa – abrange atualmente 81 municípios, que se incluem nas seis zonas do país onde a EDP Produção possui centros de produção elétrica (barragens e centrais termoelétricas). 

Nas últimas três edições, promovidas de dois em dois anos, o ‘Tradições’ já apoiou com cerca de 530 mil euros 36 projetos de defesa da cultura tradicional portuguesa. Três desses projetos acabaram por merecer destaque na lista de nomeações para as ‘7 Maravilhas da Cultura Popular Portuguesa’.


  • Roteiros de Saberes e Sabores

Promotor: Sociedade Instrução e Recreio de Lares

«Dar vida a vários locais da região, como lavadouros, fontes, moinhos ou eiras, identificando as tradições e costumes associados a cada um deles, é a motivação deste projeto. Deste modo, pretendem recuperar e divulgar um património que se encontra em extinção, através da recriação dos costumes que, em tempos, os tornaram locais emblemáticos. Desafiar os mais novos a fazer as rotas dos ‘lavadouros e fontes’ e do ‘grão ao pão’ é outro dos caminhos a seguir».


Para saber mais informações carregue aqui.

Enviar um comentário

0 Comentários