Município da Figueira da Foz aprovou plano de contingência para fazer face ao COVID-19





O Município da Figueira da Foz dispõe, a partir de hoje, segunda-feira, de um plano de contingência composto por variadas orientações estratégicas para a prevenção da infeção por COVID-19, tendo como base as recomendações emitidas pela Direção-Geral de Saúde (DGS).  O plano de contingência pretende antecipar e gerir o impacto de vírus na eventualidade de infeção por funcionários municipais, de modo a controlar e combater a sua proliferação e preparar e garantir procedimentos que permitam proteger a saúde de todos, contemplando todas as estruturas do Município.  Dessa forma, prevê procedimentos a ter perante casos suspeitos, uma área de "espera" - a qual tem como objetivo ser uma área transitória, até que seja efetuado o contacto para o SNS24 -, existência de material e equipamento, previsão de condições de teletrabalho e informação e esclarecimento de trabalhadores municipais e munícipes. Sendo o documento de cariz evolutivo, estabelece ainda procedimentos de decisão e coordenação das ações ao nível do Município em três níveis de resposta - monitorização, alerta e recuperação - a serem ativados em função do impacto da propagação do vírus. O Município da Figueira da Foz alerta ainda para o dever do cumprimento das medidas de prevenção recomendadas pela DGS, tais como: adotar medidas de etiqueta respiratória, lavar as mãos frequentemente e evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória.

Publicar um comentário

0 Comentários