Município da Figueira da Foz preparado para ativar Plano de Evacuação de Entidades com Estruturas Residenciais







No âmbito das estratégias para prevenção e controlo da infeção pelo novo Coronavírus (COVID 19) e considerando as orientações da DGS – Direção Geral da Saúde, entendeu o Município da Figueira da Foz criar um Plano de Evacuação Entidades com Estruturas Residenciais que, segundo a vereadora da Ação Social e Saúde, Diana Rodrigues, “define os procedimentos necessários para a operacionalização de uma ação rápida e concertada perante uma eventual situação crítica nas respostas residenciais do concelho, sejam elas destinadas à população idosa, pessoas com deficiência, infância e juventude.” Resultando da articulação entre os serviços municipais (Ação Social, Proteção Civil Bombeiros e Sistema de Informação Geográfica -SIG) e a Unidade de Saúde Pública, o plano garante a estas entidades, que prestam diariamente apoio a populações especialmente vulneráveis, uma resposta efetiva, ao nível dos espaços de acolhimento, transporte e recursos, bem como toda informação, segurança e apoio, indispensáveis neste contexto tão exigente. Toda a informação relativa às estruturas em apreço (número de utentes, número de colaboradores, características, …) e espaços de acolhimento estarão agregadas e georreferenciadas numa plataforma que servirá de base a toda a operacionalização do plano. 1 O Município dispõe de 120 camas e vários espaços de acolhimento em diferentes zonas do concelho. Diana Rodrigues considera que “o apoio a estas entidades e o cuidado e segurança da população são absolutamente prioritárias para o Município, pelo que todos os esforços estão a ser feitos para que tal seja garantido”. A autarca garante que todas as “ações serão sempre articuladas com a Unidade de Saúde Pública”.

Publicar um comentário

0 Comentários