Recuperação e Estabilização do Cordão Dunar entre a Praia de Quiaios e Murtinheira

 


Com o anúncio da abertura do concurso público para a empreitada de «Recuperação e Estabilização do Cordão Dunar entre a Praia de Quiaios e Murtinheira», publicada no Diário da República de 29 de setembro último, “deu-se mais um importante passo para a preservação do ecossistema costeiro e para a valorização turística da Praia de Quiaios”, refere a Junta de Freguesia de Quiaios através de nota de imprensa.


A empreitada, da responsabilidade da Agência Portuguesa do Ambiente, prevê a recuperação, reforço e fixação do sistema dunar, que inclui a construção de novos passadiços sobre-elevados de acesso à praia e de fruição paisagística. A empreitada, que terá um prazo de execução de cinco meses, tem um orçamento aproximado de 600 mil € dos quais 25% serão assegurados pelo Município da Figueira da Foz, ao abrigo do protocolo assinado entre as duas entidades em agosto de 2019. 

O concurso público está em fase de conclusão, estimando-se a assinatura do contrato de empreitada ainda no decorrer do presente ano. A obra deverá estar concluída antes do início da próxima época balnear. “O reforço do cordão dunar e a substituição dos atuais passadiços da Praia de Quiaios são uma reivindicação antiga da Freguesia de Quiaios, que assim vê finalmente atendidas as suas preocupações. 

Esta intervenção, a par das iniciativas de investimento privado que têm vindo a complementar a oferta de serviços, vem reforçar a Praia de Quiaios como um destino turístico de excelência, que alia a aposta na diversificação e qualificação dos equipamentos e infra-estruturas de apoio ao turismo com os prementes esforços de mitigação dos efeitos da erosão costeira e de salvaguarda da paisagem natural”, lê-se em nota enviada pela Junta de Freguesia presidida por Ricardo Santos.

Enviar um comentário

0 Comentários