Trabalhadores do CDP da Figueira da Foz suspendem pré-aviso de greve




Os trabalhadores do CDP da Figueira da Foz,  decidiram «suspender o atual pré-aviso de greve, marcado de 20 a 31 julho de 2020», leia na íntegra o comunicado enviado pelos trabalhadores:


«Após o início da sua jornada de trabalho (que coincidia com o início da sua luta pelo preenchimento dos postos de trabalho e contratação de trabalhadores que permitisse a sua substituição durante o período de férias), verificaram a existência de 6 trabalhadores com contrato a prazo (1 ainda não colocado, mas já assumido). Destes, dois contratos são a termo incerto para substituição de trabalhadores ausentes por motivo de doença prolongada e acidente, os restantes para substituição de férias, o que se verifica serem em número insuficiente para as necessidades.Assim, os trabalhadores consideram que apesar da evolução positiva, a mesma não responde às necessidades mínimas para supressão de férias e acréscimo de serviço verificado neste local de trabalho.


Numa postura de procura de resolução do conflito, não cedendo face às reais necessidades, os trabalhadores deliberaram dar à empresa um prazo para proceder às duas contratações não contempladas, pelo que decidem:


 Suspender o atual pré-aviso de greve, marcado de 20 a 31 julho de 2020.


Conforme o exposto e caso não seja dada resposta positiva à sua pretensão, os trabalhadores decidem mandatar o SNTCT para colocar um novo pré-aviso de greve com início no dia 10 de Agosto e término no dia 21 Agosto, às duas primeiras horas do seu período normal de trabalho, excepto no dia 14 Agosto que será entre as 9 horas e as 11 horas.

Publicar um comentário

0 Comentários