Noite de muitos “EmCantos” em Montemor-o-Velho





Sob a curadoria de Tiago Cordeiro, o CITEC – Centro de Iniciação Teatral Esther de Carvalho proporcionou mais um momento de partilha e debate, no Teatro Esther de Carvalho, em Montemor-o-Velho. Assim, a segunda sessão do primeiro trimestre de 2020 do ciclo de Tertúlia do CITEC levou a assistência numa viagem pelos caminhos da área musical. No dia 1 de fevereiro, e sob o mote “Associação EmCantos - 18 anos à roda da tradição e da inovação”, a conversa teve um sabor ainda mais musical e especial. Ao longo do serão, a música foi pedindo licença também para (en)cantar com as participações dos EmCantos, d’Os Amadores (Escola Musical Tonalidades) e dos Baluarte, com a participação de Sara Travassos e Cláudio Dias. Atualmente sediados em Moinhos da Gândara, no concelho da Figueira da Foz, o presidente da direção da EmCantos - Associação de Inovação e Tradições, Ricardo Pereira, recordou o percurso do grupo que teve a sua génese em Santana e mostrou-se muito satisfeito pelo caminho que a associação tem percorrido, assim como o seu papel na dinamização cultural. 

À margem da iniciativa, Célia Craveiro, adjunta do Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, saudou “a atividade cultural desenvolvida pela EmCantos” e destacou “o trabalho cultural que o CITEC tem levado a efeito, nomeadamente com a realização dos ciclos de tertúlias integrados na programação do seu 50º aniversário e que levam o público pelos caminhos da arte e do mundo”. A música regressa ao Teatro Esther de Carvalho, em Montemor-o-Velho, no dia 16 de fevereiro, às 16h30, para o arranque da temporada de concerto dos Baluarte, assinalando também, deste modo, o 4º aniversário da constituição do grupo na sua forma atual. O bilhetes, com um custo de cinco euros (adulto) e três euros (criança), podem ser adquiridos na papelaria Bento, na retrosaria Botão Mágico ou com os membros da banda.

Publicar um comentário

0 Comentários