Comemorações do centenário de nascimento de Jorge de Sena:






O Município da Figueira da Foz e o Casino Figueira encontram-se a assinalar o centenário do nascimento de Jorge de Sena, figura ímpar da literatura, uma das personalidades centrais da cultura do século XX, autor do romance autobiográfico “Sinais de Fogo”, com o qual eternizou a Figueira da Foz do ano 1936, através de um programa diversificado de atividades. 

Esta sexta-feira, 15 de novembro, pelas 21h30, o pequeno auditório do Centro de Artes e Espetáculos acolhe a projeção do documentário “Correspondências”, realizado em 2016, por Rita Azevedo Gomes, e que nos apresenta a sua leitura da correspondência trocada entre Jorge de Sena e Sophia de Mello Breyner Andresen. A exibição do documentário, que tem entrada gratuita, será seguida de uma conversa com Abílio Hernandez Cardoso, professor catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC), com amplo trabalho de investigação e de palestras na dimensão do Cinema e atual diretor da Sala de Estudos Cinematográficos da FLUC. 

No sábado, 16 de novembro, as atividades têm início pelas 16h00, na estação da CP, com o “Percurso Jorge de Sena”. Este percurso, destinado ao público em geral, é um belo pretexto para, através do olhar do jovem Jorge de Sena e da dramatização de excertos de "Sinais de Fogo", por Luís Ferreira, embarcar numa viagem à Figueira da Foz cosmopolita e glamorosa, da década de 1930. 3 

A participação é gratuita, contudo sujeita a inscrição prévia até às 09h00 de 15 de novembro, através do link: https://forms.gle/D2jsYYFcugBCGx4f9 Caso as condições climatéricas não o permitam, o evento será transferido para o interior do Casino Figueira, onde será apresentado o percurso e pontos de interesse, com base em fotografias e outros elementos. 

A confirmação do local de encontro será efetuada telefonicamente, no dia anterior, aos participantes inscritos. Ainda no sábado, pelas 17h00, a Sala Figueira, do Casino Figueira, será palco da conversa “Jorge de Sena e a Figueira da Foz”, protagonizada por Jorge Fazenda Lourenço, poeta, professor de literatura e, até 2016, coordenador-editor das Obras Completas de Jorge de Sena, e António Tavares, professor, escritor, e vereador da Cultura da Câmara Municipal da Figueira da Foz, entre 2009-2017. A entrada é gratuita.

Publicar um comentário

0 Comentários