Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

21 de novembro de 2019

Colóquio “Santos Rocha, Arqueologia e Territórios da Figueira da Foz” com lotação esgotada





O Município da Figueira da Foz encontra-se a promover, no auditório municipal, em parceria com o Instituto de Arqueologia da Universidade de Coimbra (U.C.), e no âmbito das comemorações do 125.º aniversário do Museu Municipal Santos Rocha, o Colóquio «Santos Rocha, Arqueologia e Territórios da Figueira da Foz», que pretende reflectir sobre a acção do fundador e patrono do espaço museológico, nas realidades arqueológicas e nos territórios da Figueira da Foz, desde as origens até à época industrial. A sessão de abertura foi realizada por Carlos Monteiro, presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, e pela Professora  Helena Catarino, Directora do Instituto de Arqueologia da U.C. 

O autarca aludiu aos 125 anos do Museu Municipal, à ação de Santos Rocha, «um Homem à frente do seu tempo, cuja necessidade ímpar de conhecer e compreender a nossa origem, a nossa evolução, o impeliu a empreender trabalhos de investigação arqueológica». 

Dirigindo-se aos muitos estudantes presentes, Carlos Monteiro, salientou que estas iniciativas incitam os cidadãos, «principalmente os jovens, a conhecer a Figueira, 1 os seus territórios e as gentes que o habitaram ao longo de milhares de anos e incontáveis gerações» e que, tal como Santos Rocha, que era formado em direito e apaixonado por arqueologia, todos nós podemos ter sucesso em áreas divergentes da nossa área de formação. O edil agradeceu às inúmeras entidades e particulares que colaboraram com o Museu Municipal para a realização do colóquio e concretização das exposições a inaugurar, uma das quais relacionada com o Cabo Mondego, “espaço demasiado importante para não ser visitado e estudado”. 

O edil avançou que realizou recentemente uma reunião com a Agência Portuguesa do Ambiente, no sentido de viabilizar a abertura de um acesso pedonal e ciclável ao local. Já Helena Catarino abordou vários aspetos da vida do Arqueológo Santos Rocha, o qual «esteve em pé de igualdade com o que de melhor se fazia na arqueologia em Portugal». Santos Rocha «legou um considerável acervo de espólios diversificados que abrangem períodos que vão da Pré-História à época moderna e contemporânea», frisou Helena Catarino, que manifestou o desejo de se manter a relação do “Museu de Santos Rocha com o Instituto de Arqueologia», até porque o Museu «sempre teve as portas abertas aos docentes e alunos da U.C.)», realçou. 

A sessão de abertura terminou com a apresentação do orador convidado, o Professor Doutor Gonzalo Ruiz Zapatero, professor da Universidade Complutense de Madrid e Presidente da Sociedade Espanhola de História da Arqueologia, «uma referência na sua especialidade e figura incontornável da arqueologia, do ensino», não só na vizinha Espanha, mas também em Portugal, onde é os seus textos são leitura obrigatória nos cursos de Arqueologia. Encontram-se inscritos no colóquio, cerca de 250 participantes, na maioria estudantes e docentes. 

A excursão científica, a realizar no sábado, a Santa Olaia, ao Dólmen das Carniçosas e ao Cabo Mondego encontra-se esgotada, estando prevista uma segunda visita, a realizar dia 30 de novembro, para os interessados que ficaram em lista de espera.

Sem comentários:

Enviar um comentário

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

Mais recentes em destaque

Direitos de Autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.

Copyright © Foz ao Minuto