Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

25 de outubro de 2019

Padre Anselmo encerra ciclo de conversas «Do Mito Religioso à Crença Popular»






Realizou-se na passada sexta-feira, 18 de outubro, pelas 21h30, no Auditório Municipal, a segunda de três conversas inseridas no ciclo de conversas «Do Mito Religioso à Crença Popular» que o Município da Figueira da Foz está a promover no âmbito da exposição «A (F) figueira tem o diabo à beira!» Anjos Caídos, Figuras Demoníacas e Seres Infernais, patente até 02 de novembro, no Museu Municipal Santos Rocha. Esta segunda conversa, a que assistiu cerca de meia centena de pessoas, abordou o tema "O Bem e o Mal na Crença Popular” e teve como intervenientes Francisco Moita Flores (escritor, investigador e antigo inspetor da Polícia Judiciária) e António Pinelo Tiza (investigador e professor universitário), moderados por Nuno Gonçalves, vereador da Cultura. O ciclo de conversas termina na próxima sexta-feira, 25 de outubro, pelas 21h30, com a conferência «Deus e o Diabo», em que participará Anselmo Borges, Padre da Sociedade Missionária Portuguesa, escritor, investigador e Professor da Universidade de Coimbra. No dia 02 de novembro, a encerrar a exposição «A (F) figueira tem o diabo à beira!» Anjos Caídos, Figuras Demoníacas e Seres Infernais, realiza-se, pelas 18h00, sob o mote “Antigas e Novas Andanças do Demónio”, obra de Jorge de Sena, cujo centenário do nascimento se assinala a 04 de novembro de 2019, a leitura encenada de um excerto do conto «História do Peixe-Gato», por Ana Madureira e Vítor Filipe. A entrada é livre, sujeita à lotação da sala.

Sem comentários:

Enviar um comentário

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

Mais recentes em destaque

Direitos de Autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.

Copyright © Foz ao Minuto