Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

22 de julho de 2019

Montemor-o-Velho: Folclore e Etnografia brilharam em Pereira







O 48º Festival de Folclore do Grupo Folclórico da Vila de Pereira, no dia 20 de julho, voltou a ser um momento de celebração cultural que encantou os participantes e o muito público presente no adro da Igreja Matriz de Pereira. O momento de exaltação do folclore e da etnografia iniciou-se com a tradicional cerimónia protocolar, no Celeiro do Duques de Aveiro, tendo reunido os elementos dos grupos participantes, entidades e instituições convidadas. Com palavras de incentivo à secção de folclore Associação Desportiva Cultural e Recreativa (ADCR) de Pereira, o presidente da associação pereirense, Jorge Ferreira, elogiou as anteriores direções e lembrou que “o associativismo só é possível com a dedicação de todos”. No decorrer das diversas intervenções aludiu-se à importância de incentivar a presença dos mais jovens nos grupos e ranchos folclóricos. No momento, Rui Almeida, coordenador da formação anfitriã, ao destacar a importância do folclore, referiu: “É bom saber que o folclore é transversal às várias idades e a todos os estratos sociais”. De igual modo, o presidente da Junta de Freguesia de Pereira, António Ferreira, referiu que “o festival é dos eventos que marca a agenda cultural da freguesia” e congratulou-se pelo grupo anfitrião “continuar a ser um dos embaixadores de Pereira”. Com palavras de reconhecimento à ADCR de Pereira “por deixar uma marca no associativismo do concelho, tanto no folclore como em outras áreas de atuação”, o vice-presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, José Veríssimo, sublinhou: “O folclore e a etnografia fazem parte da nossa herança cultural que merece ser preservada e, neste sentido, os grupos fazem um excelente trabalho e que deve ser reconhecido por todos”. “O Grupo Folclórico da Vila de Pereira tem feito um trabalho digno de nota e desejo que seja mais um festival repleto de cultura, animação e convívio, contribuindo para a promoção da freguesia e do concelho”, reforçou. Depois do Porto de Honra, do jantar convívio e do desfile da zona histórica, as danças e cantares tradicionais brilharam no adro da Igreja de Santo Estêvão, com as atuações do Grupo Folclórico da Vila de Pereira, do Grupo Folclórico da Ribeira da Mata, Soure, do Rancho Folclórico de S. Cipriano de Tabuadelo, Baixo Minho, do Rancho Folclórico de Ramalde, Porto, e do Rancho Folclórico S. Cristóvão de Nogueira da Regedoura, Douro Litoral. Uma oficina de preparação de Queijadas de Pereira para os grupos participantes e uma homenagem póstuma a José Rasteiro, um componente do grupo e responsável pelo retomar da tradição de realizar o festival integrado nos festejos em Honra de S. Tiago foram outros dos momentos de destaque do 48º Festival de Folclore do Grupo Folclórico da Vila de Pereira. Recorda-se que os festejos em Honra de S. Tiago decorrem nos dias 20, 21 e 25 de julho.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Mais recentes em destaque

Direitos de Autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.

Copyright © Foz ao Minuto