Canoagem mostrou a sua vitalidade em Montemor-o-Velho





Montemor-o-Velho, no fim de semana de 27 e 28 de julho. A segunda etapa do Campeonato Nacional de Velocidade, dedicado aos jovens canoístas dos escalões cadetes, infantis e iniciados, comprovou que a modalidade atravessa uma boa fase. O vereado Décio Matias esteve presente na iniciativa que reuniu mais de 850 atletas e, ao congratular-se com “a quantidade e qualidade” demonstradas, enalteceu “o percurso evolutivo favorável da modalidade e a sua capacidade em atrair atletas”. “É com muito gosto que Montemor-o-Velho volta a receber uma grande manifestação desportiva e acreditamos que o Centro Náutico contribui também para descoberta de novos valores para a modalidade da canoagem”. Ao afirmarem que “Montemor-o-Velho é cada vez mais a casa da canoagem”, os vice-presidentes da Federação Portuguesa de Canoagem, Ernesto Morais e João Botelho, destacaram “o elevado nível de participação” e agradeceram também “aos pais e familiares dos atletas por marcarem presença”, “por incentivarem e apoiarem os jovens canoístas”, fazendo do momento competitivo uma grande celebração da modalidade. Repartidos pelas distâncias de 200, 500 e 1000 metros, o campeonato recebeu cerca de 850 atletas, repartidos por 44 clubes nacionais, tendo sido disputadas 182 regatas. Dos atletas do concelho, destacam-se os resultados do Clube Infante de Montemor (CIM), com dois 2º lugares nas finais B em K2 cadetes masculinos 500 m e K1 cadetes masculinos 1000 m e um 8º lugar em K1 cadetes masculinos 500m, e do Clube Náutico Mondego com uma fina B em K2 cadete feminino 500 m.

Publicar um comentário

0 Comentários