Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

22 de janeiro de 2019

“Diogo Piçarra em Pessoa” mostrou-se em Montemor-o-Velho



O músico Diogo Piçarra conduziu os alunos do secundário por uma viagem pela poesia de Fernando Pessoa e os seus heterónimos, esta tarde, 21 de janeiro, no teatro Esther de Carvalho, em Montemor-o-Velho. 



Com “Diogo Piçarra em Pessoa”, o conhecido músico português, seguindo a inspiração de Pessoa, revelou os “seus" heterónimos Luna Then, Walter Ego e Ingenuo Garcia e, aconchegado pela magia do espaço, proporcionou uma tarde repleta de música, arte, poesia e partilha. Num diálogo permanente entre os heterónimos de Pessoa e de Piçarra, os alunos Renato Ferreira, Merlina Garthe e Daniel Coelho, leram, respetivamente, os poemas “Sei bem que nunca serei ninguém”, “Põe quanto és no mínimo que fazes” e “Autopsicografia”, tanto na versão original como na versão de Diogo Piçarra. Na conversa conduzida por Catarina Constantino, da Betweien, a plateia, bastante participativa, foi desafiada a (re)descobrir o universo de um dos nomes maiores da literatura nacional e a ficar a conhecer os poemas de Fernando Pessoa através do olhar do artista, tendo sido ainda surpreendida com a interpretação musical de dois poemas. Diogo Piçarra, num diálogo permanente e intimista, lembrou que “a vida é uma página em branco” e referiu: “Trabalhem muito, não desistam à primeira e não tenham pressa”. O vice-presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, José Veríssimo, marcou presença na iniciativa e, ao agradecer o apoio do CITEC – Centro de Iniciação Esther de Carvalho, reiterou: “Continuamos a apostar na Educação e a proporcionar ações que possam criar um ambiente educativo com experiências diversificadas”. “Diogo Piçarra em Pessoa” é um espetáculo que se encontra a percorrer o país, baseado num livro no qual o autor, Diogo Piçarra, reinventa e reconstrói 20 poemas de Fernando Pessoa e dos seus heterónimos, deixando um espaço criativo também para os leitores reinterpretarem a poesia de Pessoa e Piçarra. Antes da sessão de autógrafos e para encerrar com chave de ouro a tarde inesquecível, Diogo Piçarra interpretou o tema “Paraíso” e, na companhia da aluna Camila Aveiro, brindou a plateia com o tema “Trevo”.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Mais recentes em destaque

Direitos de Autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.

Copyright © Foz ao Minuto