Nacional de Juvenis: Naval voa mais alto no Alentejo e vence Elvas por 2-1

Fotografia de Paulo Fernandes



Por Paulo Fernandes


A Naval fez a sua deslocação mais longa nesta primeira fase do campeonato nacional de juvenis ao campo dos Elvenses e conseguiu “arrancar” três pontos muito valiosos que os permitem manter as aspirações de apuramento para a segunda fase.




O jogo começou com o Elvas – CAD a apresentar uma equipa muito bem organizada e estruturada que causou durante toda a primeira parte alguma dificuldade aos Navalistas em conseguir conquistar a posse de bola de forma a que pudessem por em prática o seu jogo mais ofensivo. Apesar disso a Naval ia pegando de surpresa a defensiva Elvense logo aos 2 minutos por José Bento que de cabeça não conseguiu dar a melhor direcção ao livre marcado pelo lado direito por Pedro Caldeira. O Elvas retinha a bola e tentava subir no terreno, mas sempre sem grande perigo, até que numa circulação defensiva entre os Navalistas á entrada da grande área Lucas Rocha intercetou a bola num dos passes, isolou-se e colocou a bola na baliza Navalista inaugurando o marcador para os da casa. Devido á boa distribuição dos homens de Elvas no terreno, os Navalistas continuaram a primeira parte a correr atrás do prejuízo mas sem grande perigo ofensivo de ambas as equipas.

Com o intervalo Carlos Afonso mexeu na equipa fazendo entrar Afonso Caleia e ajustou o sistema de jogo, o que teve como consequência um “subir no terreno” evidente dos Figueirenses, que logo aos 45´e 48´Pedro Caldeira primeiro e Bernardo Matos depois ficassem muito perto do objetivo Navalista com remates fortes de fora da área a rasar a trave.

Aos 59´veio um dos pontos altos do jogo dos visitantes, Afonso Caleia pela direita consegue driblar entre 2 Elvenses em velocidade, vê Bernardo Matos na desmarcação e com régua e esquadro coloca na cabeça deste, que perante a oposição do guarda redes coloca a bola no ângulo exato para a entrada na baliza Elvense, estava conquistado o merecido empate para os Figueirenses, que se galvanizaram com esta jogada e golo de belo efeito.

Os Elvenses só em jogadas de bola parada se aproximavam com perigo da baliza defendida por Henrique Fernades que aos 63´desviou com sucesso a punhos por cima da barra um livre bem executado e com muita força por Luís Pereira. Os Navalistas nesta fase do jogo estavam mais “fortes” que os Elvenses e com a entrada de Guilherme Preces aos 64´o pendente ofensivo ainda ficou mais reforçado e é dos pés deste que numa incursão pela área Elvense aos 78´que após tirar 2 adversários da frente de forma magistral, foi parado em falta claríssima á entrada da pequena área pelo guarda redes adversário, grande penalidade prontamente assinalada pelo juiz da partida e respetivo cartão amarelo para João Roque. 

A grande penalidade foi apontada com muita calma evidente por Afonso Caleia que perante o tempo de jogo e os protestos do publico Elvense demonstrou nervos de aço. Até ao final os Elvenses ainda “atiraram” á baliza Navalista mas a equipa estava confiante nesta difícil conquista, defesas, médios e Henrique Fernandes mostravam tranquilidade e segurança impedindo de forma efetiva a alteração do resultado até ao final.

Três pontos muito importantes para os Figueirense conquistados num terreno complicado em que a organização dos homens comandados por Marcial Machado vai provocar certamente no futuro desta fase mais “estragos” ás equipas visitantes.

Fotografia de Paulo Fernandes



Campeonato Nacional de Juniores B (SUB-17) 1ª Fase Série C- 7.ª Jornada


Resultado Final:  O Elvas – CAD 1 x 2  Associação Naval 1893 


O Elvas - CAD Associação Naval 1893
João Roque
Samuel Lopes
Sandro Silveira
Tiago Martins
Ruben Correia
Tomás Lopes
Samuel Tarouco
António Magro (11´)
Lucas Rocha (71´)
Luís Pereira (Capitão)
Pedro Fernandes Henrique Fernandes
Henrique Sousa
João Lavos
Bernardo Lopes
Pedro Caldeira (81´)
Vasco Catatão
José Gata
Rui Cunha (intervalo)
José Bento (64´)
Tomás Costa (Capitão)
Bernardo Matos
Treinador: Marcial Machado Treinador: Carlos Afonso
Suplentes:
Rodrigo Velez
Marcos Pires
Fábio Gaspar
José Catita (71´)
Tiago Gonçalves (11´)
Filipe Piçarra
Luís Castelo Suplentes:
Vítor Guardado
Ruben Ribeiro
Afonso Caleia (intervalo)
Rodrigo Raquete (81´)
Guilherme Preces (64´)

Disciplina:
Cartões Amarelos
Samuel Tarouco (9´)
João Roque (78´) 
Cartões Vermelhos
Sem registo Disciplina:
Cartões Amarelos
Pedro Caldeira (38´)
Bernardo Lopes (72´)
Rodrigo Raquete (75´)
Cartões Vermelhos
Sem registo
Golo(s):
Lucas Rocha (22´) Golo(s):
Bernardo Matos (59´)
Afonso Caleia (GP)(79´)
Árbitros: AF ÉVORA
Principal: Alexandre Chapa
Auxiliar 1: Norberto Nifo
Auxiliar 2: Jorge Roque Local do Jogo: Campo Patalino - Elvas
Data: Hora: 11:00
Assistência: aproximadamente 100 pessoas 
Resultado ao Intervalo: 1 – 0
Tempo Extra 1ª parte:  2 minutos Tempo Extra 2ª parte:  4 minutos

Fotografia de Paulo Fernandes



Publicar um comentário

0 Comentários