Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

FotografiaLDA

1 de outubro de 2018

Casa Mortuária inaugurada em Borda do Campo




Borda do Campo, freguesia do Paião, já tem a sua Casa Mortuária. A conclusão da obra foi assinalada ao final deste domingo, 30 de setembro de 2018, numa cerimónia que começou com a bênção do novo equipamento pelo padre Álvaro Pacheco. 

A concretização desta ambição antiga da população «mais do que o cumprimento de uma promessa, era um dever», frisou o presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, João Ataíde. «Os autarcas têm a obrigação de, na definição das prioridades, dar primazia às políticas públicas que mais contribuem para o bem-estar das populações: cuidar das escolas, tratar das pavimentações e, também, assegurar condições de dignidade para os que partem e de conforto para os que ficam. É isso que esta casa mortuária, e outras que faziam falta em diversos pontos do Concelho que agora as possuem, vem garantir, graças a um esforço conjunto de várias entidades», acrescentou o edil. 

O presidente da Junta de Freguesia do Paião, Paulo Pinto, saudou a criação de uma nova valência na freguesia, «inserida na nova centralidade de Borda do Campo», lembrando que a mesma só foi possível graças à conjugação de diversas boas-vontades, agradecendo a António Soares a aquiescência na venda do terreno, à Confraria do Santíssimo Sacramento o apoio para esta aquisição e à Câmara Municipal da Figueira da Foz por ter assumido os encargos da construção, na ordem dos 66.000€+IVA, numa empreitada adjudicada à empresa Alvape- construções e obras públicas. Lda. e que teve o prazo de execução de 180 dias. 
A implantação da casa mortuária situa-se a poente do cemitério de Borda do Campo, e o edifício desenvolve-se em piso térreo. A área de implantação e de construção é de 130m2, sendo o edifício constituído por átrio, duas salas de velório (espaço polivalente com possibilidade de adaptação a apenas uma sala), instalações sanitárias (feminino e masculino, incluindo equipamento para pessoas com mobilidade condicionada), arrumos e copa/sala. Na zona envolvente ao edifício foi criada uma zona para utilização pedonal (passeio em calçada portuguesa delimitado por lancil) e uma zona de circulação de veículos e respetivo espaço de estacionamento. A delimitação da zona de arranjos exteriores teve em conta a manutenção de todas as árvores existentes no terreno, assim como o alinhamento previsto no projeto de arranjo urbanístico para a Rua 19 de Setembro.

Sem comentários:

Enviar um comentário

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Principais destaques da semana

Anuncie AQUI

Copyright © Foz ao Minuto