Autoridade Marítima local efectua simulacro de naufrágio na Figueira da Foz

Fotografia de Autoridade Marítima Nacional

O Capitão do Porto e Comandante-local da Polícia Marítima da Figueira da Foz dirigiu, durante a manhã do dia 19 de setembro, um simulacro de ativação do “Plano Prévio de Emergência de Salvamento” para a barra do porto da Figueira da Foz, que visou preparar a intervenção e a resposta de todos os Agentes de Proteção Civil que concorrem para a segurança e socorro em caso de naufrágio no acesso ao porto.

Segundo comunicado na página da Autoridade Marítima Nacional «o cenário consistiu no naufrágio e posterior afundamento de uma embarcação de recreio com 04 tripulantes a bordo, no acesso ao porto da Figueira da Foz por efeito do agravamento da agitação marítima e desrespeito do condicionamento do acesso à barra promulgado pelo Capitão do Porto.
Foram direcionados para o local do naufrágio simulado todos os meios de socorro disponíveis, designadamente, a embarcação salva-vidas “PATRÃO MACATRÃO”, a embarcação semirrígida “SR-42”, uma mota-de-água da Estação Salva-vidas e outra da Polícia Marítima e uma embarcação de alta-velocidade.
No local estiveram também os Bombeiros Municipais da Figueira da Foz, uma ambulância da Cruz Vermelha Portuguesa da Delegação da Figueira da Foz e equipa da Polícia de Segurança Pública para a contenção da área de movimentação dos meios terrestres.
Os objetivos definidos para o dispositivo de socorro foram amplamente atingidos, salientando-se a articulação conseguida pelas diversas entidades envolvidas e a capacidade de sobrevivência dos náufragos, representados por mergulhadores profissionais, conferida pela utilização dos coletes salva-vidas».

Publicar um comentário

0 Comentários