Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

7 de fevereiro de 2018

Câmara de Cantanhede avança com criação do Gabinete Municipal de Apoio ao Agricultor



CANTANHEDE


A Câmara Municipal de Cantanhede aprovou, por unanimidade, a criação do Gabinete Municipal de Apoio ao Agricultor (GMAA). Foi na reunião ordinária de ontem, 7 de Fevereiro, que o executivo camarário liderado por Helena Teodósio deliberou implementar um serviço destinado “a criar condições favoráveis ao desenvolvimento da agricultura e da pecuária no concelho de Cantanhede e melhorar o rendimento da população agrícola, através do apoio aos produtores em todos os aspectos relacionados com a sua actividade, quer aos que já se encontram instalados, quer aos jovens que pretendem iniciar-se como empresários agrícolas”.



Segundo fonte do Município de Cantanhede, «A decisão concretiza na prática uma das propostas do programa de candidatura da actual presidente da autarquia cantanhedense, Helena Teodósio, proposta essa que preconizava uma estrutura vocacionada para responder com eficácia às questões e problemas recorrentes dos agricultores, nomeadamente as que dizem respeito às alterações legislativas, oportunidades de investimento para produções específicas, candidaturas a programas de apoio, acesso a linhas de financiamento, elaboração de projectos, etc».
O GMAA funciona de segunda a sexta-feira, das 14h00 às 17h00, no edifício do antigo Quartel dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede, em instalações contíguas às do Serviço Municipal de Protecção Civil e Recursos Naturais.

As suas atribuições passam por incentivar a adopção de práticas e técnicas tendentes a fomentar a crescente qualificação e modernização das explorações agrícolas e pecuárias, sensibilizar os produtores agrícolas para o potencial de novas culturas associadas à implantação de modernas unidades agroindustriais no concelho e assessorar os agentes económicos do sector na elaboração de documentos a submeter a entidades da administração central e outras organizações com intervenção na tramitação de processos administrativos”
O enquadramento funcional refere que o serviço tem ainda como propósito promover acções de informação, formação e esclarecimento a nível local e organizar sessões de trabalho de campo e demonstrações em actividades específicas, bem como “elaborar programas para promoção do território e dos produtos endógenos, dinamizando actividades e organizando certames e feiras temáticas, e fazer representar a agricultura e pecuária do concelho de Cantanhede em eventos nacionais vocacionados para esse efeito”. 
Entretanto, a Câmara de Cantanhede tem vindo a diligenciar no sentido de estabelecer parcerias com entidades que possam colaborar na prossecução dos objectivos subjacentes à criação do Gabinete Municipal de Apoio ao Agricultor. Da lista de entidades que já se disponibilizaram para colaborar fazem parte a Adega Cooperativa de Cantanhede, AD ELO - Associação de Desenvolvimento Local da Bairrada e Mondego, Cooperativa Agrícola de Cantanhede, Cooperativa Agrícola da Tocha, Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Cantanhede e Mira, Confederação Nacional de Agricultura (CNA), CONFAGRI – Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal, Associação de Jovens Agricultores de Portugal (AJAP), Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC), INOVA – EM, Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e Associação dos Apicultores do Litoral Centro (AALC).

Outro aspecto relevante é o que tem a ver o papel do GMAA na divulgação de oportunidades para os agricultores aumentarem a rendibilidade das suas explorações, nomeadamente o cultivo de determinados produtos que têm preço garantido e escoamento assegurado através das empresas agroindustriais do concelho e também das que operam no sector da distribuição de produtos agrícolas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.



FotografiaLDA

Principais destaques da semana

Anuncie AQUI

Copyright © Foz ao Minuto