17 de agosto de 2017

Curtas-metragens sobre o mar “dão à costa” na Praia da Tocha


CULTURA
Cerca de 100 filmes serão exibidos na 1.ª edição da Marmostra, que vai decorrer nos dias 2,
3, 9 e 10 de Setembro

A 1.ª Mostra de Curtas-Metragens da Praia da Tocha, denominada Marmostra, vai ter lugar nos dois primeiros fins de semana de Setembro, concretamente nos dias 2, 3, 9 e 10. Este evento inclui quase uma centena de filmes, todos eles relacionados com o mar, que serão exibidos em duas salas, em horários simultâneos.

O principal objectivo da Marmostra é divulgar o mar e todas as actividades com ele
relacionadas, como a pesca, sal, desportos náuticos, mergulho, poluição marítima, lazer, praia, entre outras. Ao mesmo tempo, pretende também promover o convívio, troca de experiências, divulgação dos trabalhos e respectivos autores.

Neste festival de curtas-metragens vai ser exibida uma grande diversidade de filmes, em todas as suas vertentes (ficção, documentário, animação, etc.), que na sua globalidade têm uma duração de mais de 35 horas.

Oriundos do nosso país e do estrangeiro, principalmente do Brasil, é de salientar que alguns
autores dos trabalhos que vão ser apresentados já contam no seu currículo com diversos prémios e menções especiais, quer nacionais quer internacionais. Com entrada livre, os filmes vão ser exibidos em duas salas, com horários em simultâneo: uma delas no Centro de Interpretação de Arte Xávega (CIAX) e a outra na sede da Associação de Moradores da Praia da Tocha (AMPT).

O início da exibição das curtas-metragens está marcado para as 17.30 horas do dia 2 de Setembro, em ambas as salas, enquanto o encerramento terá lugar, no dia 10, às 16.30 horas,na sala do CIAX, com entrega de certificados de participação e lembranças.

A Marmostra é uma iniciativa organizada pela Associação de Moradores da Praia da Tocha,
com o apoio da Junta de Freguesia da Tocha e com o patrocínio da Câmara Municipal de Cantanhede.

De sublinhar que, de acordo com a organização, as expectativas foram largamente ultrapassadas, quer em termos de variedade e qualidade dos trabalhos quer em número de filmes a apresentar.

Por esse motivo, a organização teve necessidade de disponibilizar a abertura de uma segunda sala para a exibição da globalidade das curtas-metragens seleccionadas.

A concluir, refira-se que este evento assume-se essencialmente como uma mostra de curtas-
metragens dirigida ao público em geral, com especial atenção aos amantes do mar em todas as suas vertentes.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Copyright © fozaominuto