23 de julho de 2017

Namoros de Verão, rápido vêem e depressa se vão (Crónica de André Ribeiro)



Namoros de Verão, rápido vêem e depressa se vão
André Ribeiro

Muito passou desde os grandes acontecimentos mais marcantes em Portugal. O grande incêndio, o assalto ao armamento e as férias de António Costa. Vem que tentou a Selecção remar contra a maré mas o terceiro lugar foi o máximo alcançado. Será que António Costa ficaria ainda com o terceiro lugar? Sem margens para dúvidas e, reitero a minha posição, as férias de Costa foram, mais do que um tragédia, uma afronta para todos os que lutavam contra as grandes avalanches de verão. Por si só, António Costa é um desertor. 

Coube ao Ministro da Administração Interna e ao Ministro dos Negócios Estrangeiros representar o Governo nestes momentos e, coube também ao Presidente da República a grande distribuição de condolências e de afectos. Custa tão caro ser desertor que as encomendas com os testes de popularidade dispararam, porém, a popularidade ardeu. A relação "namoradeira" entre o PR e o MP corria como um mar de rosas, mas coube ao PR, para mim a mulher da relação, colocar os pontos nos "is" e mostrar que a responsabilidade de um compromisso assenta tanto na virtude como nos devaneios. Será ainda cedo para que lhe sejam postas as malas à porta de casa, todavia, já faltou menos, e estas desculpas anunciadas pelo governo, mormente, no que toca ao roubo do armamento, são como chapadas de pó para o zé povinho. 

Pó este que assente novamente de onde levantou, creio que António Costa é apenas político para anunciar as boas novas, falta-lhe coragem de um verdadeiro cidadão português que, apesar de tudo, luta!! Uma luta que não merece férias! As jogadas políticas do Governo começam a aumentar, contudo, quem tem de cair caiu e cairá. Como cidadão de Portugal fiquei incrédulo com esta situação, apesar de ter dado uma grande oportunidade para ver como se comportava o Governo, é certo que para mim, não temos um Governo coerente, nem um PM ousado e corajoso. Tal como a avestruz que esconde a cabeça para fugir aos problemas, António Costa deixa o "rabo" de fora para um grande pontapé se habilitar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Copyright © fozaominuto