Receba novidades da Foz ao Minuto no seu Email

29 de agosto de 2017

Casa Mortuária da Freguesia de Vila Verde inaugurada pela população


INAUGURAÇÃO


Junto à Igreja de Nossa Senhora da Graça, em Vila Verde, ergue-se agora, de forma discreta e enquadrada na paisagem circundante, a nova Casa Mortuária da Freguesia de Vila Verde. «Ambicionada pela população há mais de quatro décadas», como frisou o Presidente da Junta de Freguesia vilaverdense, Vítor Alemão, o equipamento desenhado, de forma graciosa, pelo jovem arquitecto da freguesia, Luís Gaspar, é composto por duas salas para as cerimónias fúnebres e uma sala de recobro onde familiares e amigos dos velados possa, em caso de necessidade, recuperar forças com maior privacidade. 

O edifício térreo conta ainda com um átrio comum, duas instalações sanitárias acessíveis a pessoas com mobilidade reduzida e um pátio ao ar livre que assegura luminosidade e ventilação naturais ao espaço. «Este foi o espaço escolhido pela Junta de Freguesia e a opção arquitectónica teve em conta a importância de não retirar protagonismo à Igreja de Nossa Senhora da Graça», explicou Luís Gaspar. «É um edifício contemporâneo, com cobertura plana e uma entrada discreta, pensado para ser funcional e intimista porque se destina a momentos que pedem recato», acrescentou.

«Em 2015 fizemos o levantamento das necessidades de cobertura no Concelho no que respeita a estes equipamentos, que são fundamentais, seja por questões de privacidade e dignidade, que esta construção tão bem contempla, seja por razões de salubridade e saúde pública e, até, por um imperativo ecuménico, uma vez que, à falta de casas mortuárias, as exéquias fúnebres, incluindo as não católicas, acabam por ter lugar em igrejas», elenca João Ataíde, Presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, entidade que comparticipou em 66% o valor total da obra, que rondou os 75.000€. «Para além de Vila Verde, estão em fase de conclusão as casas mortuárias de Borda do Campo, Carvalhais e Santana. Ficará assim garantida a cobertura total do concelho com estes equipamentos que, por motivos sempre tristes mas iniludíveis, servem toda a população», acrescentou o edil.

A inauguração da Casa Mortuária da Freguesia de Vila Verde, benzida pelo Padre Matos, contou com a presença de muitas dezenas de vilaverdenses, e ainda de vereadores e autarcas, que aplaudiram também o anúncio da requalificação, para breve, da Capela do Senhor da Coluna, nas proximidades. A ocasião serviu ainda para a Junta de Freguesia de Vila Verde manifestar o seu agradecimento ao arquitecto Luís Gaspar, pelo trabalho realizado por «um jovem Vilaverdense de alma e coração», bem como pela colaboração prestada pela Autarquia (apoio procedimental e técnico e comparticipação orçamental), pela Comissão de Festas de Nossa Senhora da Graça (mobiliário) e por outras entidades locais.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © fozaominuto