«Figueira A Primeira» pede esclarecimentos do cancelamento da Sondagem Católica/RTP/Público

 


Perante o cancelamento da publicação da sondagem Católica/RTP/Público sobre as eleições na Figueira da Foz, o «Movimento Figueira A Primeira» pede esclarecimentos oficiais por parte das instituições visadas. 
«Perante o cancelamento da publicação da sondagem Católica/RTP/Público sobre as eleições na Figueira da Foz, vem o Movimento Figueira A Primeira pedir esclarecimentos oficiais por parte das Instituições visadas.


Lamentamos profundamente este insólito acontecimento, assim como a ausência de qualquer justificação oficial para o sucedido.


Não se aceita que órgãos de comunicação social como a RTP, e o Jornal Público, assim como o Centro de Sondagens, ainda não tenham dado a devida justificação para a lamentável situação que ocorreu.


São demasiados os insólitos acontecimentos que têm ocorrido na presente Campanha Autárquica com o Movimento Figueira A Primeira, desde erros dos Tribunais, a omissões incompreensíveis por parte de orgãos de comunicação social, passando por Centros de Sondagens.


Curiosamente, as outras candidaturas nada disseram, nada dizem. Só querem é que não se fale nisso. Talvez possa aparecer alguma outra mais equilibrada… Tudo isto é uma vergonha mas só nos dão mais força para lutarmos por uma vitória expressiva.

O que faltará acontecer mais até dia 26 de setembro ? Será tudo isto próprio de um Estado de Direito Democrático ? Na Política e na Vida, existem limites. Estaremos no Far-West ?”

Enviar um comentário

0 Comentários