Turismo Centro de Portugal homenageou personalidades em cerimónia emotiva



O Turismo Centro de Portugal homenageou ontem várias personalidades que se destacaram em benefício da atividade turística, numa cerimónia emotiva em que se recordaram pessoas que desapareceram recentemente. A ocasião serviu também para entregar os prémios anuais da Turismo Centro de Portugal.

No início da cerimónia, que decorreu na Quinta das Lágrimas, em Coimbra, o presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, dedicou algumas palavras de otimismo para o retomar da atividade turística, que diz já se sentir nas ruas da sua cidade. “Importa não perder a esperança e confiar na Ciência, acreditando que melhores dias virão e que o Turismo voltará a gerar riqueza nos nossos territórios. Apesar das dificuldades e das restrições, os setores da hotelaria, da restauração e do comércio têm conseguido resistir. Merecem, por isso, o nosso público agradecimento e reconhecimento”, frisou.

Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal, destacou o facto de que as distinções ontem atribuídas “não são apenas prémios de reconhecimento e de mérito”. “O que aqui celebramos é a marca Centro de Portugal. Uma marca com um percurso notável nos últimos anos, que foi capaz de ganhar o seu próprio posicionamento no contexto nacional e internacional, num percurso que nos honra e orgulha a todos”, considerou.

“Anualmente, reconhecemos aqueles que se destacaram do ponto de vista do empreendedorismo e académico. Hoje, quisemos também homenagear personalidades que de alguma forma emprestam a sua notoriedade à marca Centro de Portugal. E quisemos também homenagear a memória associada ao arrojo, à coragem e ao trabalho das personalidades que homenageamos a título póstumo. Foram personalidades inesquecíveis e continuamos a contar com o legado que nos deixaram”, acrescentou Pedro Machado.

Igualmente presente na cerimónia, a Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, deixou uma mensagem de ânimo e conforto para todos os presentes. “Celebrámos pouco no ano passado, celebramos ainda muito pouco este ano e precisamos de celebrar mais. O Turismo é um setor de afetos, um setor de pessoas para pessoas. Deixo uma palavra de ânimo para quem hoje vê o seu trabalho ser reconhecido e para todos nós, que temos de dar o nosso melhor para sairmos destes tempos difíceis”, sublinhou a governante.

Uma homenagem aos que já partiram…

A entrega de prémios começou com um momento particularmente tocante quando, na presença dos familiares, foram homenageadas personalidades que já não estão entre nós e que muito fizeram pela região Centro de Portugal. Foram elas Jorge Coelho (político, gestor e empresário), Carlos Bernardes (presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras), João Ataíde das Neves (deputado, secretário de Estado e presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz) e António Almeida Henriques (secretário de Estado e presidente da Câmara Municipal de Viseu).

… uma homenagem aos que dão o seu melhor pela região

Foram igualmente distinguidas pessoas e instituições que levam mais longe a marca Centro de Portugal a nível turístico. Este ano, os prémios foram atribuídos à Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas, na figura da sua presidente, Olga Cavaleiro; à Associação da Rota da Bairrada, com Jorge Sampaio a receber a distinção; ao chef Diogo Rocha, do restaurante premiado Mesa de Lemos; e ao músico, compositor e intérprete José Cid, que celebra 60 anos de carreira e que presenteou a audiência com a interpretação de dois temas, ao piano.

… e aos empreendedores e académicos

Finalmente, foram entregues os prémios anuais da Turismo Centro de Portugal: o Prémio José Manuel Alves - Concurso de Empreendedorismo Turístico e o Concurso de Teses Académicas, que premeia as melhores teses de doutoramento e mestrado no âmbito do Turismo.

O júri final da 6.ª edição dos Prémios José Manuel Alves agraciou três candidatos. O projeto “Contigo, Há Descoberta", de Maria José Fonseca, presidente da ASTA - Associação Sócio Terapêutica de Almeida, foi o grande vencedor. Esta é uma iniciativa desenvolvida na Aldeia Histórica de Almeida, em que pessoas com deficiência trabalham ativamente num projeto de turismo social e de natureza.

Na segunda posição ficou o projeto “Escape Out”, de Hélder Duarte, que leva para o exterior o conceito de “Escape Rooms”, fomentando os passeios e caminhadas pelas cidades e dando a conhecer as zonas históricas dos espaços urbanos apenas com o telemóvel e em família ou com o grupo de amigos.

O terceiro lugar foi para o projeto "GUIA - Guia de Utilização Interativa Aplicado ao Turístico do Estrela Geopark", da Associação Geopark Estrela. Este projeto visa uniformizar a informação da oferta turística de todo o território do Estrela Geopark numa só plataforma, permitindo aos visitantes a construção de itinerários de acordo com os seus interesses.

O júri do 5.º Concurso de Teses Académicas premiou, como autora da melhor Tese de Mestrado, Ana Martins Maia, com a tese "Fatores Críticos de Sucesso em Estabelecimentos Hoteleiros: o Caso das Pestana Pousadas de Portugal". A melhor Tese de Doutoramento foi para "Sistemas de Gestão de Destinos Turísticos: Contribuições para a sua Adoção e Implementação", da autoria de João Pedro Estêvão.

Enviar um comentário

0 Comentários