Naval 1893 emite comunicado onde afirma «serem injustas e inaceitáveis as declarações proferidas pelo Presidente da CMFF»

 

Leia na íntegra o comunicado emitido nas redes sociais, pela Associação Naval 1893:

 

«A Associação Naval 1893 teve conhecimento através do jornal o Diário As Beiras de 2/02/2021 que em reunião de Câmara Municipal da Figueira da Foz foi discutida a dívida desse Clube para com o referido Município, onde o Sr. Presidente da Câmara Municipal declarou e passa-se a citar o dito jornal:“(…)É bom que se inverta o curso da Naval 1893, para não acontecer o que aconteceu com a Naval 1.º de Maio(…)Não estamos disponíveis para que uma qualquer direção tome medidas que possam colocar em causa o futuro deste clube, porque uma qualquer direção pôs em causa a Naval 1.º de Maio(…)” – fim de citação -.
Acerca desse assunto, desde logo, importa esclarecer que este clube não responde pela Associação Naval 1º de Maio e nunca auferiu de tais apoios, dado tratar-se duma entidade criada recentemente, perfeitamente autónoma e independente da segunda, sendo que apenas as ligam entre si a chama e alma Navalista que se têm mantido bem viva até ao presente momento com um longo e orgulhoso historial de 128 anos.
Quanto aos números em questão, e de acordo com o veiculado naquela notícia, a Naval 1893 teria a quantia em divida de 18.000,00€ reportando-se aos anos de 2018 até ao presente e, que se referem à ocupação do complexo desportivo municipal José Bento Pessoa.
Acresce que da alegada divida de 18.000,00€, há a descontar cerca de 8.000,00€ relativo ao subsídio municipal atribuído no âmbito do Regulamento de apoio aos clubes do concelho, assim como, o subsidio de viagens relativos aos transportes das equipas durante os anos de 2019 e 2020 no valor de 2.100,00€(1.050,00€ em cada ano).
Ou seja, contas feitas, a Naval deve ao Município uma quantia de cerca de 8.000,00€, montante a abater depois de subtraídos a maioria dos meses do ano de 2020 que foram inexplicavelmente debitados em plena pandemia, quando é constatável uma significativa redução da atividade desportiva e que se traduziu numa muito menor ocupação daquele espaço, assim como, numa substancial redução de competição.
Este Clube para além de ser uma das maiores referências ao nível de futebol na região centro, faz parte a nível nacional duma elite de trinta clubes que se encontram credenciados na área da formação com uma certificação 4 estrelas emitida pela Federação Portuguesa de Futebol.
A Direção da Associação Naval 1893 orgulha-se de todo o seu staff técnico(composto por treinadores, assistentes, fisioterapeutas e demais colaboradores ), assim como dos seus 250 atletas que compõem as suas 15 equipas de futebol de onze nos seus vários escalões de formação e que vão até á equipa dos seniores, esta última, sublinhe-se, a ocupar o primeiro lugar do campeonato Divisão de Honra, expressando junto de todos os seus associados, simpatizantes e patrocinadores que possui as suas contas devidamente regularizadas e contabilizadas ao abrigo do saft.
São pois injustas as referidas declarações proferidas pelo Sr. Presidente da Câmara Municipal porque disferidas sem qualquer justificação e inaceitáveis porque pressupõem uma censurável ingerência em assuntos internos e do foro particular daquele clube, o qual, vem sendo dirigido através de órgãos sociais eleitos ao abrigo da respetiva norma estatutária, dentro do regular e estrito cumprimento da Lei.
Aliás, para que não restem dúvidas e para que fique bem claro que a Associação Naval 1893 privilegia e cultiva um cordial e elevado relacionamento com o Município da Figueira da Foz, lança, desde já, publicamente o convite ao Sr. Presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, Sr. Presidente da Assembleia Municipal da Figueira da Foz e Sra. Vereadora do Pelouro do Desporto a estarem presentes na realização da próxima Assembleia Geral cuja presença muito honraria esse Clube e onde serão apreciados, discutidos e votados o Balanço, Relatório e as Contas do exercício do ano findo»
VIVA A NAVAL 1893!
Figueira da Foz, 3 de Fevereiro de 2020
A DIRECÇÃO


Publicar um comentário

0 Comentários