´Viajante do Lixo` passa pela Figueira da Foz




A Figueira da Foz recebe, dia 30 de agosto, o biólogo molecular alemão Andreas Noe que, equipado com um ukulele e uma prancha de surf feita a partir de lixo marítimo, iniciou no dia 15 de agosto o projeto ambiental «The Plastic Hike», uma viagem a pé, de Caminha a Vila Real de Santo António (832 quilómetros da costa portuguesa), realizada com desperdício zero, para enfatizar que também é possível viajar de forma sustentável e que tem como obetivo alertar para os problemas ambientais e de sustentabilidade. 

Na Figueira da Foz, o encontro com Andreas está marcado para as 09h30 do próximo domingo, a sul da praia da Costa de Lavos. A limpeza irá estender-se até à praia da Leirosa e qualquer pessoa interessada em voluntariar-se pode fazê-lo, salvaguardando que todas as regras de segurança e distanciamento social devem ser cumpridas, nomeadamente o uso de máscara, luvas e sacos do lixo descartáveis. 

O lixo recolhido será levado para tratamento pelo município. «The Plastic Hike» visa consciencializar sobre o impacto negativo do plástico descartável no litoral português e, consequentemente, acionar possíveis soluções do sector público e privado para reduzir o seu uso e aumentar a sua reutilização e reciclagem. 

Ao fim de 12 dias de ´jornada`, que se encontra a ser documentada na conta de Instagram de Andreas e que conta com uma equipa de filmagem, uma vez que o projeto pretende culminar num documentário, já foram recolhidos 372.50 kg de lixo e 81 máscaras de proteção.


Quem é Andreas Noe?


Mais conhecido por ‘The Trash Traveler’ (O Viajante do Lixo), Andreas Noe é alemão, tem 32 anos e é formado em biologia molecular. Em 2017mudou-se para Portugal e passou a viver numa autocaravana enquanto ia todos os dias para o seu trabalho no escritório. Foi um período em que se tornou ainda mais amigo do ambiente e decidiu não só recolher lixo das praias onde surfava, como tirar fotos e fazer vídeos de forma a motivar os portugueses (e não só) a fazerem o mesmo. Em 2019, recolheu 690 quilos de lixo nas praias.

Publicar um comentário

0 Comentários