Montemor-o-Velho opõe-se ao desmantelamento do serviço de urgências do Hospital dos Covões





O executivo Montemorense aprovou, por unanimidade, na Reunião de Câmara de ontem, dia 8 de junho, uma moção que expressa o protesto pela reestruturação do serviço de urgência do Hospital dos Covões para o seu nível básico, por decisão da administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), a partir de julho. Em causa está, para a Autarquia de Montemor-o-Velho, "mais um ataque ao serviço nacional de saúde” que compromete “a resposta a Montemor-o-Velho, pela proximidade e pela acessibilidade”, e “a estabilidade dos profissionais de saúde que, ao longo de anos, têm dado o seu melhor para que este fosse um hospital de referência, muitos desses profissionais são oriundos do concelho de Montemor”. Manifestando solidariedade para com “todos estes profissionais de saúde”, o executivo liderado por Emílio Torrão elogiou o desempenho e competência de um serviço que foi a linha da frente na luta contra o COVID19 na região e sublinhou que “sem a urgência dos Covões, o concelho de Montemor-o-Velho fica sem uma resposta efetiva, eficaz e célere”. A moção será dada a conhecer ao Conselho de Administração do CHUC, da Administração Regional de Saúde, ao Ministério da Saúde e à CIM-Região de Coimbra.

Publicar um comentário

0 Comentários