Montemor-o-Velho não dá tréguas aos jacintos-de-água




Proteger o meio ambiente e promover a biodiversidade são algumas das premissas que estão na base da candidatura apresentada pela Câmara Municipal de Montemor-o-Velho com vista a combater a praga de jacintos-de-água que, apesar dos esforços desenvolvidos nos últimos anos, teima em não desaparecer. Desenvolvido no âmbito da candidatura ao Fundo Ambiental, aviso n.º 7778/2020, Conservação da Natureza e da Biodiversidade, o projeto apresentado pela Autarquia Montemorense pretende assumir-se como uma ferramenta estratégica, de longo prazo, de combate a esta espécie invasora em toda a extensão do concelho. Para além do desenvolvimento do "Plano de Ação Local para o Controlo, Contenção e Erradicação de Jacinto-de-Água (Eichhornia crassipes)" no município montemorense, o projeto candidatado por Montemor-o-Velho prevê ainda uma vertente operacional que contempla a aquisição de equipamento para o controlo, contenção ou erradicação do jacinto-de-água. Com um orçamento de 66 mil euros, com financiamento a 85%, o projeto agora apresentado de Combate à Invasora Exótica Jacinto-de-Água em Montemor-o-Velho pretende intervir em todo o concelho, em particular nas áreas mais problemáticas (Leito Periférico Direito do Rio Mondego, Leito Abandonado do Rio Mondego, Vala de Escoamento do Esteiro da Ereira). Esta é mais uma iniciativa que a Autarquia Montemorense promove, em sinergia com diversas entidades locais, para continuar o trabalho permanente de combate e controlo desta espécie invasora, recorrente ao longo dos cursos de água do concelho. Recorde-se que o Município de Montemor-o-Velho, em parceria com o ICNF e a APA, contando ainda com a colaboração das Juntas e Uniões de Freguesia, do Clube Infante de Montemor, do Clube Náutico do Mondego, da Associação de Beneficiários da Obra de Fomento Agrícola do Baixo Mondego, da Cooperativa Agrícola de Montemor-o-Velho, do Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra, da Corporação de Bombeiros e do Clube Caça e Pesca da Carapinheira, promoveu uma intervenção de remoção de Jacinto-de-Água no concelho de Montemor-o-Velho. Em curso estão ainda duas operações financiadas pelo POSEUR: a intervenção no Leito Abandonado do Rio Mondego que contempla a limpeza, desobstrução e desassoreamento do Leito Abandonado do Rio Mondego; e a Prevenção, Controlo e Erradicação de Espécies Exóticas Invasoras no território da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, que contempla a aquisição de uma ceifeira aquática para uso partilhado entre os municípios da Região de Coimbra que integram a operação.

Publicar um comentário

0 Comentários