Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

2 de março de 2020

Montemor-o-Velho: Tentúgal quer "Procissão dos Candeeiros" e "Cantigas de Tentúgal" nas 7 Maravilhas da CulturaPopular






«A Associação Corvo e Pinho de Tentúgal, em parceria com a Aposénior III, vai integrar o próximo concurso das 7 Maravilhas da Cultura Popular Portuguesa em duas categorias: "Procissões e Romarias", com a Procissão dos Candeeiros, e "Músicas e Danças", com três cantigas antigas de Tentúgal. Pretende-se, assim, dar a conhecer a Procissão do Senhor dos Passos, “prova de culto” ligada à Quaresma, uma ancestral procissão noturna em que mulheres transportam candeeiros de três bicos em vez das tradicionais velas de cera, num preito de fé que toca todos quantos integram ou assistem ao cortejo. Pretende-se também divulgar o acervo musical de que fazem parte três cantigas antigas que permanecem na memória dos que as ouviram cantar e dançar nas fogueiras de S. João e S. Pedro ou nos salas nobres das casas brasonadas de Tentúgal. A Procissão dos Candeeiros de Tentúgal realiza-se no sábado anterior ao 5.º domingo da Quaresma e, na memória dos mais antigos, remonta a meados do século XIV, quando a peste assolava toda a Península Ibérica, com particular incidência nesta região, e se faziam votos e promessas para o afastamento, o alívio ou a cura da doença. Conhecida como procissão noturna do Senhor dos Passos, é uma organização da paróquia de Tentúgal com a parceria da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia. Esta manifestação de fé é considerada o momento alto das festividades quaresmais da vila de Tentúgal. Segundo um dos guardiões das memórias de Tentúgal, José Craveiro, "os candeeiros, faziam, por norma, parte do enxoval de uma noiva, e era também a primeira luz que se acendia aquando da chegada de uma visita, cumprindo um dos rituais de bem receber em Tentúgal. Também na morte, o candeeiro estava presente com a sua luz como forma de conforto e esperança. Houve tempos em que as casas mais abastadas de Vila emprestavam os seus candeeiros a quem quisesse participar na Procissão mas não tivesse posses para adquirir o seu. Nas últimas edições, um grupo de crianças da catequese e da escola primária têm integrado o cortejo religioso nocturno com lanternas de papel, para mostrar o respeito pela tradição secular da vila de Tentúgal. Este ano, a Procissão dos Candeeiros de Tentúgal realizar-se-á a 28 de Março. Para a Presidente da Associação Corvo e Pinho, Sandra Mendes, esta candidatura vai ao encontro dos objetivos da jovem associação, nascida em 2018 com o intuito de inverter o processo da perda de tradições da região: “Queremos preservar o património material e imaterial de Tentúgal, aproveitando as recordações que ainda permanecem na memória dos mais antigos”. “A Associação pretende encontrar e promover novas formas de dar vida à terra, reconhecendo e divulgando quer este momento de fé que atrai todos os anos centenas de pessoas à vila de Tentúgal”, como divulgou a dirigente, "quer as canções que os poetas do povo faziam e que cantavam e dançavam nos serões, bodas, bailes e escamisadas para deleite de todos." A candidatura conta com a colaboração da Santa Casa da Misericórdia, da Comissão Fabriqueira da Igreja, da Casa do Povo, e da Junta de Freguesia».

Sem comentários:

Enviar um comentário

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

Mais recentes em destaque

Direitos de Autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.

Copyright © Foz ao Minuto