Centro Náutico com 4º Fórum de Treinadores de Canoagem 2020





O Centro Náutico de Montemor-o-Velho acolhe, ao longo do dia, a 4ª edição do Fórum de Treinadores de Canoagem. A iniciativa é uma organização conjunta entre a Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra e a Federação Portuguesa de Canoagem (FPC), com o apoio do Município de Montemor-o-Velho, do IPDJ e do Gabinete de Desporto da Universidade de Coimbra. Na sessão de boas-vindas, o vice-presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, José Veríssimo, referiu: “O Centro Náutico está à vossa disposição e é um orgulho receber-vos e partilhar este equipamento desportivo que conta também com a colaboração da FPC no seu desenvolvimento”. Na ocasião, José Veríssimo fez ainda referência às recentes cheias verificadas no concelho e aos avultados estragos que provocaram no Centro Náutico, todavia, mostrou-se confiante nas boas relações interinstitucionais e reforçou: “mais uma vez, em conjunto, acredito que vamos conseguir resolver as situações”. Ricardo Machado, vice-presidente da FPC, reconheceu que “a formação contínua é um fator muito importante para o desenvolvimento” das diversas modalidades, reiterou que Montemor-o-Velho continua a ser a casa da canoagem, deixou palavras de reconhecimento à Câmara Municipal de Montemor-o-Velho - “ que apesar das dificuldades continua a colaborar e a respondeu aos pedidos da FPC” - e desejou que 2020 “seja um ano memorável para a canoagem”. Por sua vez, José Pedro Ferreira, diretor da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física (FCDEF) da Universidade de Coimbra (UC), destacou “a parceria tripartida” entre as instituições e sublinhou: “A FPC é um exemplo da relação entre uma federação e uma universidade”. Ao reiterar a disponibilidade para continuar a colaborar com o Município de Montemor-o-Velho, José Pedro Ferreira, deixou a ainda a possibilidade “de levar um pouco mais além a parceira”, deixando perceber a possibilidade de fazer uma extensão do laboratório da FCDEF no Centro Náutico, sendo “uma mais-valia e um serviço adicional prestado a todos aqueles que utilizam” o equipamento desportivo. De igual modo, Beatriz Gomes, subdiretora da FCDEF, explicou que “o intuito do fórum foi trazer conteúdos e conhecimento diferente daquilo que tem sido abordado nas últimas três edições”. “Vamos olhar para os músculos, para as questões da força e também trazer-vos aqui aspetos mais funcionais e de aplicação no terreno, no âmbito do treino”, disse. As questões relacionadas com o COVID-19 obrigou a organização a proceder a alguns ajustes no programa, nomeadamente o preletor Andras Szabo fez a sua intervenção via Skype, no seguimento dos condicionalismos impostos pelo Governo Húngaro. “Novas perspetivas e paradigma do músculo esquelético. A sua ação na cognição e na motivação”, por Paula Tavares; “O treino de força em atletas de elite: uma nova abordagem metodológica”, por Mário Tavares; “O treino funcional de core com bosu, fitball e bandas elásticas”, por João Santos; “Potencial e limitações do controlo da resposta automática (HRV) na monitorização da adaptação à carga de treino em modalidades de resistência”, por Luís Rama; “Força muscular, velocidade e potência – potencial dos desenvolvimentos tecnológicos”, por Beatriz Gomes; “Fatores de risco e equipamentos de segurança na canoagem de mar”, por Vítor Milheiro; e o output de trabalhos académicos para o desenvolvimento do conhecimento em canoagem são os temas que vão estar em destaque ao longo do dia. A formação é dirigida a treinadores de Canoagem, bem como estudantes e profissionais da área das Ciências do Desporto e afins. O evento, de inscrição gratuita, é acreditado pelo IPDJ, com 1,6 Unidades de crédito (componente específica da formação contínua de treinadores de canoagem).

Publicar um comentário

0 Comentários