Sophia de Mello Breyner Andresen lembrada pela Escola Infante D. Pedro no dia em que completaria cem anos







Sophia de Mello Breyner Andersen é uma escritora que, em algum momento, já esteve presente na vida de todos os portugueses. A sua obra fascina, ainda hoje, crianças e adultos. A Escola Infante D. Pedro (Agrupamento de Escolas Figueira Mar), numa iniciativa da Biblioteca Escolar, coordenada pela professora Rosa Nicolau, celebrou e relembrou Sophia no dia 6 de novembro, em que faria 100 anos. 


Os alunos Sofia Bronze, Francisco Mota, Francisco Vieira do 8ºB e os alunos Margarida Murta, Leonardo Antunes e Gustavo Ideias do 8ºA, acompanhados pelas Diretoras de Turma, Paula Mendes e Isabel Biscaia, e pelos seus colegas de turma, percorreram vários locais da Escola e partilharam, declamando, poemas de Sophia com professores, colegas e funcionários. Sophia de Mello Breyner Andresen tinha um amor inexplicável pelo mar e o dom da palavra plasmado no vasto espólio de obras que nos deixou. Segundo a Comissão das Comemorações do Centenário “comemorar Sophia é comemorá-la, lembrá-la em comum. E é celebrar essa funda e desassombrada exaltação da vida, essa aguda e universal consciência do mundo de que a sua poesia dá testemunho para sempre. É ouvir a sua voz dizer os poemas por onde passam o mundo e a vontade de o tornar real, nítido e justo como são as palavras em que o disse”.

Publicar um comentário

0 Comentários