Montemor-o-Velho: Encontro de Folclore encerra 138º aniversário da FIRA





No dia 14 de julho, o folclore e a etnografia voltaram a tomar conta da Abrunheira. O Festival de Folclore do Rancho das Cantarinhas Flores das Tricanas de Abrunheira atraiu muito público ao Parque Dr. António Simões e encerrou, da melhor forma, as comemorações do 138º aniversário da FIRA – Filarmónica Instrução e Recreio de Abrunheira. O presidente da direção da FIRA, Bruno Reis, bastante satisfeito “por poder receber dois ranchos de enorme categoria”, aproveitou o momento para deixar agradecimentos ao Rancho das Cantarinhas que faz parte da seção de cultura da FIRA e reiterou: “Só com a união de todos é que conseguimos criar eventos de qualidade e que sejam do vosso agrado”. Na ocasião, Diana Andrade, chefe do gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, acompanhada de Avelino Pagaimo, secretário da União de Freguesias de Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca (UFAVVNB), saudou a presença dos grupos participantes por contribuírem “para um dia rico de cultura” e fez questão de elogiar a formação anfitriã que assinala, este ano, 100 anos de existência. “Quero dar-vos os parabéns pelo trabalho que têm feito em prol da cultura do concelho e espero que a Câmara Municipal consiga estar à altura dos vossos anseios e daquilo que é a vossa dimensão”. Ao recordar a forma “afetuosa e calorosa como é recebida na Abrunheira”, Diana Andrade destacou ainda a dedicação de todos aqueles que trabalham diariamente para manter vivas as instituições e, ao mencionar “todo o reconhecimento e mérito extraordinários” do Rancho das Cantarinhas, desejou “uma excelente tarde cultural a todos”. Pelo palco do Parque Dr. António Simões, o Rancho das Cantarinhas Flores das Tricanas de Abrunheira, o Rancho Folclórico de Terras de Geraz do Lima, de Viana do Castelo, e o Rancho Folclórico Os Malmequeres de Lourosa, de Santa Maria da Feira, mostraram as suas danças e cantares, proporcionando mais uma tarde repleta de muita cultura e animação.


Enviar um comentário

0 Comentários