Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

16 de julho de 2019

Marmostra apresenta curtas-metragens sobre o mar na Praia da Tocha






Até ao próximo dia 20 de julho, encontra-se a decorrer a Marmostra - III Mostra de Curtas-Metragens da Praia da Tocha, iniciativa organizada pela Associação de Moradores da Praia da Tocha, com a colaboração do Cine Club da Bairrada e o apoio da Junta de Freguesia Tocha e da Câmara Municipal de Cantanhede. A sessão de abertura do evento teve lugar Centro de Interpretação de Arte Xávega, na Praia da Tocha, em 14 de julho, com a presença de Pedro Cardoso, vice-presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, Fernando Pais Alves, presidente da Junta de Freguesia da Tocha, e Pedro Lindim, presidente da direção da Associação de Moradores da Praia da Tocha Durante a cerimónia foram homenageados Manuel dos Santos Silva, antigo presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, “pelo seu enorme contributo ao desenvolvimento da Praia da Tocha”, e José Maria Madeira, figura incontornável da vila da Tocha que cedeu todo o seu valiso acervo fotográfico e cinematográfico à entidade organizadora da Marmostra, um espólio considerado “muito importante para a reconstrução da memória histórica da Praia da Tocha. Alvo de reconhecimento e referência foram ainda Paulo Delgado, principal organizador e dinamizador da Marmostra, e Paulo Fajardo, também colaborador e entusiasta desde a primeira edição. Na ocasião, o vice-presidente da Câmara Municipal, Pedro Cardoso, destacou “o enorme interesse cultural e o carácter diferenciador da Marmostra - III Mostra de Curtas-Metragens da Praia da Tocha, evento que adquire relevância crescente no âmbito da animação de verão e que constitui uma excelente oportunidade para os realizadores divulgarem os seus trabalhos relacionados com a temática do mar, contribuindo também para a formação de públicos”. O autarca realçou “o programa ainda mais ambicioso deste ano, um programa de muita qualidade e bastante diversificado”, destacando a importância do Centro de Interpretação da Arte Xávega como espaço vocacionado para a dinamização de iniciativas que avivam as memórias e tradições locais e reforçam a atratividade da Praia da Tocha para os turistas que valorizam as experiências específicas de cada lugar”. O presidente da Junta de Freguesia, Fernando Pais Alves, declarou que “iniciativas como a Marmostra são um verdadeiro motor para a dinamização da nossa praia de excelência”, e sublinhou “a justiça das homenagens feitas no âmbito do evento”, elogiando ainda “o trabalho desenvolvido pela Associação de Moradores da Praia da Tocha”. 


Na sessão interveio também o presidente desta entidade, Pedro Lindim, que salientou “a importância da parceria que tornou possível a realização de mais uma edição da Marmostra, pois sem o envolvimento da Junta de Freguesia da Tocha e Município de Cantanhede não teria sido possível avançar com o evento”. Sobre Marmostra - III Mostra de Curtas-Metragens da Praia da Tocha O objectivo da Marmostra - I Mostra de Curtas-Metragens da Praia da Tocha é promover o conhecimento do Mar e suscitar a reflexão sobre questões da relação com as comunidades costeiras, nomeadamente em contextos sociológicos com ele relacionados, passando pela sua dimensão económica como fonte de recursos ou como meio propicio para atividades de lazer, recreio e desporto. Nos termos do regulamento, cada participante apresentou um trabalho, sendo de 30 minutos a duração máxima, "garantindo que os trabalhos são integralmente da sua autoria" e que "não infringem quaiquer direitos de autor conexos, ou direitos de propriedade de terceiros". As obras a apresentadas são faladas ou legendadas em português. O projeto surge na sequência da criação do Centro de Interpretação da Arte-Xávega, espaço vocacionado a fomentar a compreensão das dimensões históricas, sociocultural e etnográfica da atividade piscatória tradicional, ainda bem viva na Praia da Tocha. Além de apetrechos e artefactos usados pelas "companhas” locais da arte-xávega e de paineis informativos sobre a actividade ao longo de décadas, o Centro de Interpretação apresenta exposições de pintura e fotografia, bem como filmes e documentários sobre esta temática. É neste contexto que a Associação de Moradores da Praia da Tocha pretende contribuir para a dinamização deste equipamento cultural, através da Marmostra, o que de resto se inscreve nos objectivos da sua missão. Fundada em outubro de 1986, a Associação propõe-se "defender os interesses da população, sendo uma voz ativa e interventiva junto das diversas entidades, pugnando pelo bem estar dos residentes e visitantes", designio que inclui a realização de ações e atividades de caráter cultural, recreativo e desportivo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Mais recentes em destaque

Direitos de Autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.

Copyright © Foz ao Minuto