Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

6 de julho de 2019

Crónica de António Jorge Lé: «Adega Coimbra»






Crónica da autoria de António Jorge Lé

Adega Coimbra


Sentados ou de pé, a olhar para a televisão a preto-e-branco, as tardes tinham mais cor. Conversava-se de futebol, confraternizava-se e bebia-se uma tacinha.
O tinto jorrava, com ímpeto, da torneira do pipo de madeira. Como apara pingos para as sobras generosas que escorriam copo abaixo, eis a típica bandeja de alumínio, redonda, com uma pega. Cinco ou seis copos cheios… aí estava servida a primeira rodada!
Isto era na Rua de São Lourenço.
A malta encostava a bicicleta e pronto… tinha estacionado num verdadeiro espaço de convívio, de amizade e de solidariedade humana que unia todos os que por lá se juntavam, ao final da tarde, depois do trabalho. O balcão mostrava ainda a vitrina com algo para trincar. Se fosse bolos de bacalhau, a salsa espalhava-se por cima e dava cor. Ao lado dos ovos cozidos, classicamente amarelos e sedutores, as petingas fritas mergulhadas no molho de escabeche pejado de cebola às tiras… e cheirava bem.
Cabaça ou ramo de louro indicava sempre o local deste tipo de estabelecimentos, com portas de vai-e-vem, tipo far west, mal pintadas que chiavam das dobradiças.
O futebol enchia a tasca (desculpem, a adega) que amontoava pipas, garrafões empalhados e grades de cerveja. Havia também gasosa. Fresca! E assim podia pedir-se um traçado…
O jogo Porto – Sporting começa na televisão. O Sporting tinha na baliza Carvalho, mas também contava com Hilário, como lateral esquerdo; ainda dentro das linhas Saturnino, Manhiça, Osvaldo Silva e Ferreira Pinto. O Porto tinha a guardar as redes o Acúrcio e, ainda no campo, ninguém se metesse com o Arcanjo, Pedroto, Ferreirinha, Luís Roberto ou Perdigão – estes alguns dos nomes que dentro do retângulo faziam a diversão dos que após o jogo voltavam para casa já que, no dia seguinte, havia forçoso regresso ao trabalho. Iam para a pesca, para os estaleiros, para a Fontela, para o Cabo Mondego… mas logo vai outra tacinha. Combinado?




Todas as crónicas escritas neste espaço são da inteira responsabilidade do seu autor, assim como as ideias e pensamentos adjacentes da mesma.

1 comentário:

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

Mais recentes em destaque

Direitos de Autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.

Copyright © Foz ao Minuto