Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

18 de junho de 2019

Montemor-o-Velho: AFUV continua cheia de energia aos 211 anos






No dia 16 de junho, a Associação Filarmónica União Verridense (AFUV) voltou a dar provas de que continua preparada para se continuar a fazer ouvir, mostrando todo o seu dinamismo na comemoração do 211º aniversário. Com a sede da instituição verridense lotada, Francisco Batista, presidente da AFUV, sublinhou: “Somos pessoas humildes e temos a consciência de que nada se constrói sozinho. Este sucesso é fruto de um trabalho coletivo, da união e do esforço de todos os que formam a AFUV”. Ao dar nota do trabalho desenvolvido, das dificuldades sentidas e das ações que fazem para angariar verbas para o funcionamento da AFUV, o dirigente manifestou ainda a intenção de concretizar o desejo da “substituição do telhado da sala de apoio, que sofreu danos com a tempestade Leslie”, e reforçou: “Estamos felizes e orgulhosos por tudo o que fizemos até aqui”. Durante a sessão de aniversário que contou também com intervenções do presidente da União de Freguesias de Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca, Carlos Alves, do diretor da Agência de Coimbra da Fundação Inatel, Bruno Paixão, do presidente da Assembleia Geral da AFUV, Avelino Pagaimo, do representante da Federação das Filarmónicas do Distrito de Coimbra, Luís Gomes, e dos representes das diversas associações de Verride, Francisco Batista frisou: “Comemorar aniversários é olhar para o passado com gratidão e para o futuro com fé”. O vice-presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, José Veríssimo, com palavras de elogios à direção da AFUV e aos músicos, fez questão de “dar os parabéns à AFUV pelos seus 211 anos de dedicação à cultura” e reiterou: “Desejo que continuem a melhorar cada vez mais. A Câmara Municipal, na medida das suas possibilidades, continuará a estar disponível para vos apoiar”. Ao aludir à recuperação, por parte da Fundação Inatel, dos apoios para aquisição de instrumentos para as filarmónicas, e de uma medida semelhante que está em desenvolvimento pela Federação das Filarmónicas do Distrito de Coimbra, José Veríssimo elogiou as medidas e sublinhou: “São um sinal de continuidade e refletem o bom trabalho que está a ser feito em prol das filarmónicas do nosso país”. À semelhança dos anos anteriores, foi reconhecida a dedicação dos músicos com a entrega de placas de bons serviços prestados à AFUV – Dina Fernandes, Miguel Rodrigues, Virgílio Lopes, 5 anos, Bruno Carvalho, maestro Duarte Garcia, 10 anos, Joana Moreno, Pedro Cordeiro, 20 anos –, assim como foram homenageados professores e músicos que colaboram na Escola de Música da AFUV – Pedro Cipriano, João Lourinho, Pedro Monteiro, David Carvalho, Lúcia Ramos, Renata Carvalho, maestro Duarte Garcia e Mauro Pombo. Para a história da sessão solene ficou ainda o anúncio do músico Mauro Pombo como maestro adjunto e a entrega, por parte a AFUV, de um oboé novo a Catarina Félix que foi desafiada, no momento, a colocar de lado a timidez e a interpretar um trecho musical. O dia festivo ficou concluído com os concertos protagonizados pela AFUV e pela SFUA - Sociedade Filarmónica União Agrícola de Pinhal Novo. As comemorações do 211º aniversário da AFUV iniciaram-se a 8 de junho e terminam, no dia 30, com a Revista “Saídos da Casca”, com os atores Luís Aleluia e Vítor Emanuel, às 16h, no auditório da AFUV, estando marcado o encerramento do programa festivo de aniversário para as 18h.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Mais recentes em destaque

Direitos de Autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.

Copyright © Foz ao Minuto