300 BTTistas pedalaram pela Rota do Baixo Mondego






A Casa do Povo de Abrunheira (CPA), levou a efeito, esta manhã (dia 30 de junho), a 13º Maratona de BTT” Rota do Baixo Mondego”, inserida no Campeonato XCM do Centro. Depois de um ano de interregno, a prova, reconhecida oficialmente e pela Associação de Ciclismo da Beira Litoral, levou cerca de 300 BTTistas pelos trilhos da União de Freguesias de Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca (UFAVVNB), no concelho de Montemor-o-Velho, assim como teve passagens pelos concelhos de Soure e da Figueira da Foz. Ao aludir à importância e reconhecimento que prova tem vindo a conquistar, José Carvalho, da direção da CPA, referiu que a Rota do Baixo Mondego “enriquece o concelho”, levando os atletas “a correr por sítios magníficos e únicos à volta do rio Mondego”, sendo, por isso, “também uma competição de alguma envergadura” e que contribui “para a promoção do concelho, do arroz e da região”. O vice-presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, José Veríssimo, acompanhado de Avelino Pagaimo, secretário da UFAVVNB, sublinhou: “É mais um grande evento desportivo organizado pela CPA e que contribui para a divulgação no património do nosso concelho, reforçando e afirmando as qualidades da nossa região”. Na ocasião, José Veríssimo fez ainda questão de deixar palavras e elogio e de reconhecimento “ao trabalho que a CPA tem vindo a desenvolver nas suas diversas áreas de atuação”. Antes da partida para a maratona (70 Km) e para a meia-maratona (40 Km), cumpriu-se um minuto de silêncio em memória de todos os ciclistas e corredores vítimas de atropelamento. A edição de 2019 voltou a levar os atletas por trilhos surpreendentes, não faltando, por exemplo, a passagem pelo interior das Termas da Amieira.

Publicar um comentário

0 Comentários