Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

6 de maio de 2019

Montemor-o-Velho: Oficina "Costurar Sorrisos" leva alegria da Carapinheira para África






A sala do Pavilhão Multiusos da Junta de Freguesia da Carapinheira encheu-se, no dia 4 de maio, de generosidade e de muitos sorrisos. As voluntárias da Carapinheira da "Little Dresses for Africa - Portugal" puseram mãos à obra e levaram a efeito a oficina "Costurar Sorrisos", reunindo meia centena de participantes que criaram dezenas de vestidos para entregar às crianças de países africanos.
Os tecidos coloridos, as mesas com as máquinas de costura cheias de atividade e a explosão de criatividade exposta na parede, com vestidos a transbordar de beleza e amor, fizeram da oficina "Costurar Sorrisos" um momento de felicidade pura e que não deixou ninguém indiferente.
Carolina Carvalho, uma das mentoras da iniciativa, referiu: “Vi uma reportagem na televisão há cerca de um ano e meio, fui procurar o projeto Little Dresses for Africa - Portugal e decidi aderir. Estive nove meses sozinha e depois foram surgindo outras pessoas e, neste momento somos seis, todas da Carapinheira, – Carolina Carvalho, Anabela Bispo, Fátima Duarte, Rosa Pardal, Helena Maganão e Leonor Panão”.
“Hoje devemos fazer mais de 50 vestidos, mas ao longo deste tempo já fizemos cerca de 500 vestidos, calções e casacos de algodão. Com esta iniciativa, quisemos mostrar o projeto às participantes, dar-lhes a oportunidade de costurar um sorriso para as crianças e de fazer crescer o número de participantes para o projeto”, reforçou.
Carolina Carvalho deixou ainda palavras de agradecimentos às participantes e às diversas entidades e instituições, ao Rotary Club de Montemor-o-Velho, pela oferta dos tecidos, e a Lisa Santos, responsável do projeto em Portugal, que não pôde estar presente, mas que enviou uma mensagem que foi lida e na qual deu conta de que o núcleo da Carapinheira “é dos mais ativos, com uma grande produção de peças que têm beneficiado crianças em vários países”.
Rui Artur, presidente do Rotary Club de Montemor-o-Velho, explicou a forma como surgiu a possibilidade de colaborar com o projeto e reiterou o seu apoio, uma vez que “esta é uma causa que também vai chegar às crianças da ilha de Soga (Guiné Bissau), onde o Rotary tem projetos humanitários”.
De igual modo, o presidente da Junta de Freguesia da Carapinheira, Victor Monteiro, deixou palavras de agradecimento às participantes e sublinhou: “É um manifesto da vossa sabedoria traduzida na forma como estão feitos estes vestidos. Conseguem fazer arte e arte a sorrir”.
No momento, o presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão, acompanhado do vereador Décio Matias e da 2º secretária da mesa da Assembleia Municipal, Célia Craveiro, ao fazer referência à campanha de solidariedade “Montemor Por Moçambique” e à forma como está a ser conduzido o processo, referiu: “É importante que as participantes saibam que o trabalho que aqui estão a fazer vai ter um resultado efetivo e que vão ver uma criança com o vestido que fizeram. É assim que eu entendo a solidariedade, com os bens a serem entregues àqueles que verdadeiramente precisam, e, por isso, este movimento deixa-me orgulhoso”.
Com palavras de reconhecimento ao núcleo da Carapinheira do Little Dresses for Africa - Portugal, o edil montemorense deixou um ainda um elogio a Carolina Carvalho, destacando a sua dedicação e o seu “coração do tamanho do mundo”.
Recorda-se que, desde 2016, o projeto Little Dresses for Africa - Portugal já fez 10 mil peças de roupa.


Para mais informações e/ou colaborar com o projeto a Little Dresses for Africa – Portugal consultar: www.facebook.com/LdfaPortugal/



Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © Foz ao Minuto