Escola Secundária Dr. Bernardino Machado concorre ao Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola” apresentando quinze projetos


A Escola Secundária Bernardino Machado concorre ao Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola” apresentando quinze projetos Desde o ano letivo 2002/2003 que a Fundação Ilídio Pinho criou este prémio anual como forma de incentivar e estimular os alunos portugueses, assim como os seus professores, para a importância do desenvolvimento da Ciência em Portugal. 



No presente ano letivo, 2018/2019, está a decorrer a 16.ª edição, tendo as escolas portuguesas apresentado 1390 ideias a concurso, das quais foram agora selecionados 710 projetos. Foi o ano em que esta iniciativa obteve mais sucesso junto das escolas portuguesas. No final, no mês de julho, o projeto vencedor deste concurso, irá receber 180 mil euros, sendo que o investimento total da Fundação Ilídio Pinho totalizará 480 mil euros. Este ano, a Escola Secundária  Bernardino Machado  concorreu com quinze (15) projetos científicos (1 elaborado por alunos e professores do 3º ciclo e 14 elaborados por alunos e professores do ensino secundário), envolvendo cerca de dez professores e mais de uma centena de alunos. Destas quinze (15) candidaturas foram aprovadas cinco (5), uma do 3º ciclo e quatro do ensino secundário:

 - “L@bClimate: por uma sociedade melhor” (3º ciclo) – professora responsável: Ana Rola. - “App – Luz Control@d@” (secundário) – professor responsável: Telmo Ruano. - “BaLight” (secundário) – professora responsável: Isabel Esteves. - “CForest” (secundário) – professora responsável: Isabel Esteves. - “Máquina de limpeza de espelhos de água e similares, em contexto urbano” (secundário) – professor responsável: Isidoro Martins. 

Há vários anos que a Escola Secundária  Bernardino Machado concorre ao Prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola”, sendo que habitualmente consegue que seja aprovado um, dois ou três projetos. Esta é a primeira vez que conseguiu ver aprovados um número tão elevado de projetos. De igual modo, também a prévia candidatura de quinze (15) projetos constituiu um feito inédito na história da instituição.

Publicar um comentário

0 Comentários