Artistas retratam pobreza e exclusão social na Galeria Magenta



O Dia Mundial da Justiça Social comemora-se todos os anos a 20 de fevereiro. Esta data foi criada em 2007 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, tendo sido celebrada pela primeira vez em 2009. 



Nesta data a ONU apela às nações para a eliminação de barreiras sociais e realizam-se várias iniciativas pelo mundo, com a finalidade de promover a justiça e a igualdade social, tais como como encontros, colóquios, exibições de filmes, campanhas, e outros. 

Na Figueira da Foz, na Galeria de Arte da Magenta-Associação dos Artistas pela Arte, realiza-se uma iniciativa diferente. Neste dia e a até 8 de Março, encontra-se em exibição uma exposição de pintura sobre a temática "Direitos Humanos e Cidadania: Um olhar sobre os sem abrigo", fruto de uma parceria entre esta Associação de Artistas o Conselho Local de Cidadãos de Coimbra da EAPN e a CASA (Centro de Apoio ao sem Abrigo). 

Esta iniciativa que pretende retratar de forma artística temas relacionados com a pobreza e a exclusão social, tem como objetivos sensibilizar a comunidade para esta problemática, combater os estereótipos associados aos sem abrigo dando visibilidade à temática através do recurso às artes, sensibilizar para as questões ligadas à pobreza e exclusão social, divulgar a arte, promovendo o cruzamento de públicos e estimular o gosto e a sensibilidade estética, incentivando a criatividade e a arte.

Em exibição encontram-se 14 trabalhos de pintura, que serão submetidos à apreciação de um júri que elegerá os três trabalhos premiados, a conhecer brevemente.

Publicar um comentário

0 Comentários