Montemor-o-Velho: LACAM celebrou 30 anos e quer cativar jovens da freguesia



No fim de semana de 1 e 2 de Dezembro, a LACAM – Liga dos Amigos dos Campos do Mondego celebrou o 30.º aniversário com muita música, arte e com uma imensa vontade de continuar a desenvolver o museu e a preservar a memória colectiva.



Antes da atuação do Cancioneiro da LACAM, no Museu do Campo – Eng.º Luiz Correia de Oliveira, no dia 1 de dezembro, no decorrer da sessão solene, Teresa Travassos, a nova presidente da direção que tomou posse no dia 20 de outubro, referiu: “Todos ouvimos histórias de cheias, de trabalhos diversos e estamos rodeados das alfaias que as suas mãos usaram e, por isso, prestamos hoje homenagem a uma das figuras típicas dos nossos campos do Mondego: o valador, o homem que com o esforço da sua pá abria a terra para que valas escoassem as águas”.
“Queremos continuar a manter viva a memória dos nossos avós e todos juntos continuaremos a elevar o nome da Carapinheira. Estamos no museu de todos nós evocando o passado para fazer o futuro, mas para o conseguirmos precisamos da colaboração dos sócios e amigos da LACAM”, reforçou.
À margem da iniciativa, a dirigente, ao reforçar que “o museu da LACAM foi feito com a colaboração de todos”, referiu: “A LACAM continua a ser uma grande instituição. Depois de um período de gestão é um desafio para a nova direção revitalizar a LACAM e, por isso, queremos voltar a trazer mais gente para a associação e atrair os jovens da freguesia”.
De igual modo, o presidente da Junta de Freguesia da Carapinheira, Victor Monteiro, reiterou a importância da LACAM e manifestou a intenção de continuar a colaborar com a associação.
No momento, o adjunto do Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Rui Santos, deixou palavras de elogio e incentivo à nova direção e destacou: “Que a LACAM possa continuar a ser uma referência na promoção da cultura da freguesia e do concelho”.
No sábado, a programação ficou concluída com a realização de uma missa de homenagem aos sócios falecidos, na Igreja Matriz da Carapinheira.
No domingo, dia 2, a sala multiusos do Clube Desportivo Carapinheirense recebeu a atuação do grupo de teatro Grutela, com a peça “Diziam que procuravam um homem”.

Publicar um comentário

0 Comentários