Prisão preventiva para grupo que se dedicava ao Tráfico de Seres Humanos (TSH), com finalidade de exploração laboral



No seguimento da Operação “LUSAR”, centrada no combate ao Tráfico de Seres Humanos para exploração laboral, desencadeada no dia 16 do passado mês de outubro, em atuação conjunta e simultânea da Diretoria do Centro da Polícia Judiciária e da Guardia Civil espanhola, no âmbito de uma investigação titulada pelo Ministério Público no DIAP de Coimbra, com a prestimosa colaboração da Fiscalía (Ministério Público) de Espanha e apoio da EUROJUST, os quatro suspeitos detidos em território espanhol foram entregues às autoridades portuguesas, no passado dia 8 do corrente mês de novembro.


Os arguidos, com idades compreendidas entre os 24 e os 58 anos, foram ontem presentes a Tribunal para primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de prisão preventiva.

Aquando desta operação, as autoridades espanholas divulgaram informações sobre a
mesma.

Publicar um comentário

0 Comentários