Montemor-o-Velho: Emoção, reconhecimento e esperança marcam despedida do sargento Carpinteiro



Montemor-o-Velho despediu-se, com emoção, do sargento Carpinteiro. Comandante do Posto Territorial de Montemor-o-Velho desde 2013, o 1º sargento António Carpinteiro deixa “uma marca vibrante em Montemor”. Nas palavras de Emílio Torrão, presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, “o sargento deu-nos o lado humano do agente, a emoção, a preocupação com o serviço público da GNR. Ganhei um amigo. Alguém que lida com as pessoas com afeto e sensibilidade. Alguém que transmite confiança e tranquilidade. Um ser humano exemplar e um profissional exemplar e dedicado à causa pública, sempre com um sorriso e contributos muito válidos.” 

Na cerimónia de despedida, realizada esta tarde nos Paços do Concelho, não faltou emoção, reconhecimento e a esperança de um regresso. 
Perante vereadores, dirigentes e trabalhadores da Autarquia, o sargento Carpinteiro afirmou que tem “Montemor no coração”. “Nunca encontrei, nos vários postos onde já trabalhei, uma proximidade e uma interligação como a que encontrei aqui”, afirmou, na ocasião, o homenageado. “Em Montemor-o-Velho, no posto e no Município, encontrei uma equipa extremamente motivada, organizada, com muito conhecimento e com vontade de resolver os problemas com celeridade”, recordou o agente que gostaria de regressar porque "gostei de trabalhar com este executivo, com esta vontade de resolver os problemas e com esta ideia de melhorar, de avançar tecnologicamente e de se antecipar aos problemas”, concluiu. 


Publicar um comentário

0 Comentários