Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

30 de agosto de 2018

Reviver Mário Augusto (1885-1941) no Museu Municipal Santos Rocha


A menos de um ano de completar 125 anos de existência, e com o objetivo de retomar a ideia fundamental de dar a conhecer aos públicos que visitam o espaço museológico parte das suas coleções  que não estão expostas habitualmente, o Museu Municipal Santos Rocha deu início, no passado sábado, 25 de agosto, a um ciclo de mostras com um dos mais relevantes artistas representados no acervo do Museu, Mário Augusto.



O Museu Municipal Santos Rocha expõe assim, pelo período de um ano, 51 obras de Mário Augusto, de um total de 73  que integram a coleção de pintura e desenho do Museu Municipal, numa exposição que revelará, através das obras expostas,  as vivências do artista, as suas aprendizagens, o muito que conquistou na sua curta vida.
Os trabalhos em exposição estão cronologicamente situados entre 1911 e 1941 e são elaborados a óleo, pastel, carvão, sépia e sanguínea.

“Reviver Mário Augusto” não se trata de uma exposição antológica, mas sim o reviver da obra do artista alhadense, retirando da reserva da instituição museológica os seus mais notáveis e representativos trabalhos, bem como um interessante conjunto de esboços e estudos, alguns deles como o primeiro passo para trabalhos posteriores elaborados com mestria e precisão.

A exposição pode ser visitada gratuitamente, de terça a sexta-feira, das 09h30 às 17h30 e aos sábados, das 14h00 às 19h00. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI
Copyright © Foz ao Minuto