Refeições nas férias para alunos carenciados alargadas a todas as escolas



EDUCAÇÃO


Um despacho publicado ontem visa "concretizar as medidas de Acção Social Escolar previstas no Orçamento do Estado para 2018".


Todas as escolas públicas vão disponibilizar refeições durante as férias de Natal e Páscoa aos alunos beneficiários de Acção Social a partir do próximo ano lectivo.




A medida, inserida num reforço da acção social escolar, vai alargar "de forma significativa o universo de alunos abrangidos", segundo explica o Ministério da Educação, lembrando que, até agora, estas refeições só eram dadas nas escolas integradas nos Territórios Educativos de Intervenção Prioritária.

O despacho publicado visa "concretizar as medidas de Acção Social Escolar previstas no Orçamento do Estado para 2018" e representam "um reforço no combate às desigualdades sociais", adianta.



De acordo com o despacho, no próximo ano será também distribuída fruta a todos os alunos do pré-escolar do ensino público, sendo que este nível de ensino e o do 1º. Ciclo vão passar a contar também com uma quota de 5% de bebida vegetal como alternativa ao leite.

O despacho do Governo indica ainda que as despesas dos apoios sociais às visitas de estudo serão adiantadas às escolas consoante o plano de visitas apresentado.

Esta medida tem por objectivo responder a "sugestões e pedidos das escolas e visa deixar de representar "uma limitação à efectiva participação dos alunos beneficiários da Acção Social Escolar" nessas visitas.

Publicar um comentário

0 Comentários