Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

FotografiaLDA

2 de maio de 2018

Centro Equestre de Montemor-o-Velho celebrou 30.º aniversário


MONTEMOR-O-VELHO


Um passeio a cavalo, um almoço convívio, uma poule de obstáculos e uma homenagem aos sócios fundadores vivos foram os ingredientes que fizeram parte da jornada de confraternização do 30.º aniversário do Centro Equestre de Montemor-o-Velho, no dia 1 de maio.


Com palavras de elogio para António Girão, António Neto, Carlos Lucas Correia, José Carlos Bonito, Luciano Roxo, Rui Alves e António Fernandes - sócios fundadores vivos do Centro Equestre -, o presidente da Câmara Municipal, Emílio Torrão, sublinhou: “São 30 anos de promoção da arte equestre, do cavalo e do concelho em que alguns visionários quiseram preservar a Feira do Cavalo e conseguiram. Hoje em dia, outros persistentes estão a manter viva a tradição e a fazer com que o espírito dos fundadores seja preservado, dando-lhe a continuidade que é merecida”.

Ao recordar que “naquela época o centro hípico não existia, ainda que funcionasse sem direcção no Largo da Feira”, Carlos Lucas Correia, actual 1.º secretário da mesa da Assembleia Municipal e, à época, presidente da Junta de Freguesia de Montemor-o-Velho, referiu: “Por iniciava minha, decidiu-se criar um espaço próprio e que fosse constituída uma direcção. Este espaço era um pântano do leito abandonado do rio e foi recuperado”.

No momento comemorativo que reuniu muito público e entidades ao longo do dia, Carlos Lucas Correia aproveitou ainda para reconhecer “a obra recente que tem sido feita, em particular nos últimos dois anos, e que o Centro Equestre, depois de um estado de degradação, está a recuperar e com condições de funcionamento”.

Visivelmente satisfeita com os feitos alcançados no decorrer dos 30 anos da instituição montemorense e com “vontade de continuar a evoluir”, Elsa Monteiro Grilo, presidente do Centro Equestre, congratulou-se por estarem quase prontas “mais um conjunto de boxes para poder alojar mais cavalos nas melhores condições possíveis”, pelo funcionamento da Escola de Equitação, por, desde Março, “o Centro Equestre ser um centro federado”, bem como por “todos os praticantes passarem a ser federados a partir do próximo ano”. Com alguns sonhos para realizar, a dirigente reforçou: “Estamos a querer que este Centro tenha o futuro que estes sócios fundadores sonharam para ele”.

No 30.º aniversário do Centro Equestre de Montemor-o-Velho, o passeio a cavalo contou com cerca de 20 participantes e, durante a tarde, cerca de 45 conjuntos, com cavaleiros entre os 4 e os 60 anos, participaram numa poule de obstáculos (prova de varas, 50 cm, 80 cm, 90 cm, 1 m e 1,1m).


Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Principais destaques da semana

Anuncie AQUI

Copyright © Foz ao Minuto