Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

FotografiaLDA

FotografiaLDA

21 de fevereiro de 2018

Igualdade de Género em debate no Parlamento de Jovens na Figueira da Foz



FIGUEIRA


O Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz recebeu ontem, terça feira dia 20 de Fevereiro de 2018, a Sessão Distrital – Distrito de Coimbra do Parlamento dos Jovens.



71 jovens de 17 escolas do Distrito, incluindo a figueirense Pedrosa Veríssimo, do Paião, estiveram, acompanhados de 20 professores, a discutir os seus projectos de recomendação relativos ao tema «Igualdade de Género», seleccionado para esta edição. Depois, procederam à respectiva votação para apuramento para a Sessão Nacional, que decorrerá na Assembleia da República.

A iniciativa contou, na sessão de abertura, com a presença do deputado à Assembleia da República, Luís Monteiro, e de representantes da Direcção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) e do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). O Município da Figueira da Foz, que disponibilizou todo o apoio técnico e logístico necessário à realização da acção, esteve representado pelo Vereador da Educação e Formação Profissional, Nuno Gonçalves. «Esta é uma iniciativa relevante, porque estimula a participação cívica e política dos jovens, valorizando a sua intervenção», destacou o vereador no final dos trabalhos. «O tema deste ano, Igualdade de Género, é-nos particularmente querido, porquanto o Município tem em curso um Plano Municipal para a Igualdade de Género (PMIG), que até já foi reconhecido com uma menção honrosa a nível nacional», acrescentou. O vereador saudou a correcção com que decorreram os trabalhos e o empenho colocado pelos jovens na defesa das suas propostas, bem como o fair-play com que acataram e incorporaram ideias de outros jovens. «É uma semente de democracia», resumiu.
Na cerimónia esteve também presente a Vereadora da Juventude, Mafalda Azenha, que considerou a iniciativa «louvável, porque dá resposta a uma necessidade premente da nossa sociedade e da nossa democracia, que é a de interessar os jovens pela intervenção pública e pela actividade política formal, no Parlamento», disse. «É importante que sejam motivados a participar e isso só acontecerá se perceberem que têm espaço para exprimir as suas ideias», concluiu.
O Programa Parlamento dos Jovens, aprovado pela Resolução n.º 42/2006, de 2 de Junho, é uma iniciativa da Assembleia da República, dirigida aos jovens dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e ensino secundário, de escolas do ensino público, privado e cooperativo do Continente, das Regiões Autónomas e dos círculos da Europa e de Fora da Europa.
O programa culmina com a realização anual de duas Sessões Nacionais na Assembleia da República, uma destinada aos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e outra destinada aos alunos do ensino secundário.
Educar para a cidadania, estimulando o gosto pela participação cívica e política; dar a conhecer a Assembleia da República, o significado do mandato parlamentar, as regras do debate parlamentar e o processo de decisão do Parlamento, enquanto órgão representativo de todos os cidadãos portugueses e promover o debate democrático, o respeito pela diversidade de opiniões e pelas regras de formação das decisões são alguns dos objectivos da iniciativa-
A Assembleia da República, através da Equipa Parlamento dos Jovens, assegura a coordenação geral da execução do programa em parceria, nomeadamente, com o Ministério da Educação, através da Direcção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE).
O Município da Figueira da Foz proporcionou ainda, a todos os professores acompanhantes, uma visita guiada ao Museu Municipal Santos Rocha.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Anuncie AQUI

Principais destaques da semana

Copyright © Foz ao Minuto