FIRA- Instrução e Recreio da Abrunheira mostrou o futuro com “Regresso ao Passado”



MONTEMOR-O-VELHO


No dia 25 de Fevereiro, o auditório da FIRA – Instrução e Recreio de Abrunheira voltou a encher-se para o “Regresso ao Passado”. A iniciativa recordou algumas das peças que foram interpretadas nos últimos 100 anos pelos músicos da FIRA.



Sob a direcção musical de António Luís Mota, o programa percorreu, sobretudo, obras tocadas nas décadas de 40, 50 e 60 do século passado, tendo levado o muito público por uma viagem musical que começou “Num Mercado Persa”, passando pel’As pupilas do senhor Reitor, seguindo para o “Minho e Galiza”. A seguir ao “Divertimento Musical” veio o “Theme Varié”, tendo terminado com o sempre surpreendente e intemporal “Jesus Christ Superstar”.

A organização contava mostrar uma apresentação multimédia, com depoimentos de antigos músicos, porém os equipamentos onde estavam as informações foram furtados na última semana da viatura de um dos elementos da FIRA que estava a preparar a surpresa. No entanto, foi dada a garantia de que vai ser tudo repetido e, provavelmente, apresentado o resultado final no aniversário.

Apesar de tudo, a tarde foi repleta de momentos que transformaram “Regresso ao Passado” num momento de celebração musical. Assim, foi chamado também a dirigir a FIRA o maestro Fernando Pereira, figura incontornável da história da instituição. O maestro foi responsável pelo seu renascimento a partir do ano de 1974 e pelo subsequente primeiro serviço fora de portas da FIRA em Alburitel, em 1975.

Na ocasião, Carlos Alves, na qualidade de presidente da União de Freguesias de Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca, destacou a vitalidade associativa da FIRA, sendo “um dos bons exemplos do trabalho que se faz nas comunidades”. Visivelmente satisfeito com o espectáculo apresentado, o vereador Décio Matias, dirigindo-se ao maestro António Luís Mota e aos músicos, reiterou: “Vocês são sempre espectaculares. Têm a capacidade de criar, de recriar e inovar e é isso que nós precisamos de seguir na vida”.



Também com palavras de elogio as todas as direcções da FIRA e às diversas actividades realizadas e áreas de actuação, Décio Matias sublinhou: “Vocês são um exemplo a seguir e são, para nós, Câmara Municipal, um grande exemplo para o concelho. Muito obrigado por tudo o que fazem”. O recém-eleito presidente da direcção da FIRA, Bruno Reis, agradeceu o apoio de todos e, ao lembrar a importância de colaborarem e participarem na vida da associação, disse: “No último sábado de Março vai decorrer a Audição da Escola de Música da FIRA, por isso estão convidados e contamos com a vossa presença”.

Para a história do “Regresso ao Passado” fica ainda o momento da garrafa de vinho e do chouriço. A direcção, para angariar mais verbas para FIRA, sorteou-os, entre os presentes. Após o sorteio, os bens teimaram em não encontrar dono, assim, após dois leilões e muitos risos, acabaram por ser entregues, não sem antes render mais uma ajuda para fazer face às despesas da instituição abrunheirense.


Publicar um comentário

0 Comentários